Operação Volta às Aulas é retomada pela PMDF na segunda (31)

Ação será lançada na Asa Norte e terá reforço durante todo o ano letivo nas escolas públicas e particulares

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/07/2017 20:09

Com o término das férias escolares, o Comando de Policiamento Escolar da Polícia Militar do Distrito Federal inicia, na segunda-feira (31), a Operação Volta às Aulas do segundo semestre de 2017.

 

A ação, que tem como objetivo recepcionar os alunos com segurança nas unidades e no perímetro escolar, será lançada no Centro Educacional Gisno, na 907 Norte, a partir das 6h15. A operação será mais intensa durante a semana, mas o policiamento escolar regular durará todo o restante do ano letivo.

 

“Orientaremos os alunos sobre ter atenção no deslocamento, evitar uso de fone de ouvido e cuidar dos pertences”, detalha o major Roberto Lobato Marques, comandante do 1º Batalhão de Policiamento Escolar do Plano Piloto.

 

Para os pais, as recomendações incluem a forma de estacionar os veículos e como encaminhar os estudantes à escola com segurança. “No caso dos pequenos, que usam cadeirinha, os adultos devem estar atentos na retirada trabalhosa do cinto”, completa o comandante.

 

Durante uma semana, as escolas com maior aglomeração de estudantes receberão atenção dos policiais. A operação segue até 4 de agosto, e vai atingir cerca de metade das 671 unidades públicas de ensino da Secretaria de Educação, além de escolas particulares.

 

Estão previstas na agenda do lançamento da operação:

  • Manhã cívica, com a Banda Sinfônica da Polícia Militar do DF, palestras educativas e patrulhamento aéreo
  • Apresentação do Teatro Rodovia, que dará dicas sobre segurança no trânsito
  • Demonstração do Batalhão de Policiamento com Cães, especializado na identificação de entorpecentes

Além da conversa, haverá distribuição de material educativo. “Também estaremos nas faculdades com atuação preventiva de segurança, canteiros verdes, paradas de ônibus e transporte coletivo”, adianta o major.