Programa de educação socioambiental

Programa no transporte urbano capacita 608 agentes comunitários

Solenidade de encerramento das atividades do projeto em 2017 ocorreu nesta quarta (20), no Palácio do Buriti

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/09/2017 21:16

Nilson Carvalho

 

O encerramento das atividades de 2017 do Programa de Educação Socioambiental do Programa de Transporte Urbano do Distrito Federal foi marcado por cerimônia no Palácio do Buriti nesta quarta-feira (20).

 

Por meio de oficinas, o projeto capacitou 608 agentes comunitários de educação socioambiental em transporte público. São passageiros, motoristas e funcionários do sistema. Entre os temas abordados estavam a gestão do transporte e propostas de ação de mobilidade urbana.

 

A coordenação do programa é da Secretaria de Mobilidade, e as ações foram executadas pela STCP Engenharia de Projetos, vencedora da licitação do projeto, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

 

De acordo com a empresa, terminais de ônibus e estações de metrô receberam atividades de sensibilização que chegaram a mais de 15 mil pessoas diretamente.

 

Para a colaboradora do governo Márcia Rollemberg, a iniciativa é fundamental para a construção de uma cidade mais generosa. “A cidadania se manifesta pela mobilidade, por isso apostamos em campanhas importantes dentro desses espaços”, defendeu na solenidade.

 

“A participação social é um eixo estruturante para avançarmos em todos os processos da cidade”, definiu. Márcia aproveitou para destacar projetos de governo relacionados à temática, como a ampliação de ciclovias e o plano + Bike e a obrigatoriedade do assento preferencial em todo o transporte público.

 

Depois do evento, representantes do programa foram ao gabinete do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, para cumprimentá-lo.