Grupo La Casa Incierta vence prêmio internacional voltado à infância

Companhia de teatro venceu o Allas-BID na categoria inovação em desenvolvimento infantil. Trabalho aguça os elementos sensoriais de bebês

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/12/2017 16:29 / atualizado em 27/12/2017 17:36

O grupo hispano-brasileiro de teatro La Casa Incierta foi um dos ganhadores do Prêmio internacional Allas-BID, responsável em reconhecer projetos voltados para a primeira infância, que compreende a faixa etária de 0 a 6 anos.  O grupo venceu na categoria de melhor inovação em desenvolvimento infantil. A iniciativa se deve à caracterização da companhia no campo das artes cênicas. 
 
Breno Fortes/CB/D.A Press
 
 
Para a atriz Clarice Cardell, uma das fundadoras do La Casa Incierta, arte e cultura são elementos essenciais que fundamentam a criação do cidadão para a sociedade. “Quando o indivíduo não tem contato com esses dois componentes, é uma grande perda para a construção cultural”, explica. 


Elementos sensoriais para bebês

A idealizadora explica como é a técnica utilizada para trabalhar com os bebês. Ela elenca a necessidade de elementos sensoriais, cores e música que chamem a atenção. Ressalta também que, por meio de 15 espetáculos e mais de 2.000 apresentações em todo o mundo, ficou comprovado que os bebês são dotados de sensibilidade extrema para captar a emoção e o drama do que está acontecendo no palco durante a apresentação teatral. 
 
Divulgação
 
 
Eles também têm grande capacidade de perceber quando o ator está sendo verdadeiro e honesto. “Ao contrário do que se pode imaginar, trabalhar com teatro para bebê é um campo de liberdade artística e de exigência profissional”, afirma Clarice. 

Além das artes cênicas, o grupo desenvolve projetos relacionados em consonância à cultura, saúde mental e educação. “Recentemente, a companhia fez um trabalho na creche pública do Varjão com psicanalistas e educadores, cujo objetivo foi solucionar problemas estruturais da relação entre família e escola por meio da arte”, lembra Clarice. A fundadora ressalta também que isso foi um dos motes que levou o La Casa Incierta a receber o prêmioAllas- BID.

Reconhecimento internacional 

Clarice faz questão de destacar a satisfação da companhia em receber o prêmio, principalmente porque concorriam mais de 2 mil entidades de todo o mundo junto ao grupo. “Foi uma honra perceber que o trabalho que a gente fez nos últimos 15 anos gerou frutos e reconhecimento internacional. A partir das nossas atividades, várias companhias de teatro começaram a criar obras semelhantes para bebês”, disse. 

Outro exercício que a casa viabilizou foi o Teatro na Creche, um dos espetáculos levados a diferentes creches públicas das regiões administrativas do Distrito Federal como Núcleo Bandeirante, Cruzeiro e Candangolândia. “A arte foi mostrada pela primeira vez para as crianças de zero a quatro anos de idade e também para educadores desses centros escolares que, talvez, nunca tiveram acesso ao teatro”, pontua. 

Pesquisas inéditas em 2018

Criado em 2000, o grupo tem mais de 15 anos de existência. Desenvolveu projetos no Brasil e em todo o mundo. Um dos elementos que caracterizam a companhia é a pesquisa, criação e inovação em projetos dedicados à primeira infância. 

Para 2018, está previsto mais um projeto de pesquisa, no qual um grupo de bebês assistirá a diferentes espetáculos teatrais e concertos de músicas. Além disso, serão monitorados com sensores elétricos neuronais no cérebro para avaliar o impacto da arte nas crianças de zero a quatro anos. “Será a primeira vez no mundo que haverá uma pesquisa desse caráter”, finaliza Clarice. 

*Estagiária sob supervisão de Ana Sá.