Pronatec

Formação para trabalhador tem 112 novas opções de cursos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2012 18:47 / atualizado em 29/10/2012 13:38

Em um ano de oferta da bolsa-formação trabalhador pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), 540 mil matrículas já foram realizadas em todo o Brasil em diferentes cursos de qualificação profissional. Deste total, 170 mil trabalhadores já concluíram os cursos, que podem ter carga horária de 160 a 400 horas.

Atualmente, 515 cursos compõem a segunda edição do Guia Pronatec de Cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), lançada no mês passado pelo Ministério da Educação. Destes 515 cursos, 112 são novos e não existiam na primeira edição do guia.  

“Fizemos um alinhamento de cursos e criamos outros para atender às novas demandas do mercado de trabalho”, explica Nilva Schroeder, coordenadora geral de desenvolvimento e monitoramento de programas de educação profissional e tecnológica. Entre os novos cursos destacam-se os de idiomas, incluindo a Língua Brasileira de Sinais (Libras),  de cuidador de idoso e outros voltados para as áreas rural e educacional e também para o setor de turismo.

O Pronatec foi lançado há um ano e a meta é oferecer 2,57 milhões de vagas em cursos FIC até 2014. Para o próximo ano, a meta é matricular 744 mil trabalhadores. Auxiliar administrativo é o curso mais procurado. Há 70 mil matrículas abertas para atender a demanda. São muito procurados também os cursos de montagem e operação de computador, costureira industrial do vestuário e eletricista de automóveis.

Qualquer cidadão pode acessar a página do programa e se inscrever em até três opções de cursos. “Quando surgir a vaga, o candidato é avisado”, explica a coordenadora.

Ouça a coordenadora dos cursos FIC e saiba como participar
Tags: