SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Ministério da Educação recebe mais de 240 mil inscrições para o Sisutec

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/08/2013 15:12

Técnico em segurança do trabalho é a formação mais procurada pelos candidatos inscritos no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Segundo balanço dessa sexta-feira (9/8) do Ministério da Educação, foram 57,5 mil inscrições para 13,4 mil vagas, o que equivale a uma concorrência de 4,3 candidatos por vaga. O curso é um dos 117 oferecidos pelo Sisutec. No total, são 239,8 mil vagas, todas gratuitas, distribuídas em 585 instituições pelo Brasil.

Os técnicos em segurança do trabalho estão aptos a desenvolver atividades educativas na área de saúde e segurança do trabalho, a orientar o uso de equipamentos de proteção, a investigar e a analisar acidentes e recomendar medidas de segurança. Estudo feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que o salário inicial médio da profissão é R$ 2.080. Em dez anos de experiência, sobe para R$ 4.251. Os dados são referentes ao período de 2010 a 2012 e foram divulgados neste ano.

Em segundo lugar nas inscrições está o curso de técnico em informática, o que tem maior oferta de vagas pelo Sisutec (23,3 mil). O curso recebeu 44,2 mil inscrições, o que equivale a uma concorrência de 1,9 candidato por vaga. Em terceiro, está o curso de técnico em logística, com uma concorrência de 2,89 candidatos por vaga - são 41.218 inscrições para 14.263 vagas.

A maior concorrência é a do curso de técnico em processos fotográficos. São 189 inscrições para cinco vagas - 37,8 candidatos por vaga. O profissional elabora, produz, capta e trata imagens fotográficas utilizando a linguagem específica de cada área de atuação: fotografia social, fotojornalismo, arquitetura, natureza e paisagem, moda e publicidade. Ele pode atuar em estúdios e laboratórios digitais, jornais, revistas impressas e eletrônicas, agências, produtoras e bancos de imagem.

O sistema de seleção é mais uma iniciativa para incentivar o ensino técnic, com uma formação mais rápida que uma graduação, mais voltada para o mercado de trabalho. No Brasil, os cursos têm ganhado espaço e sido valorizados pelo mercado.

A prova é que 72% dos ex-alunos de cursos técnicos conseguem trabalho no primeiro ano após a formatura e têm renda média de 2,6 salários mínimos. Além disso, 73% estão ocupados em atividades relacionadas à área de formação. Quanto ao salário, trabalhadores com formação técnica ganham 24% a mais do que os que têm apenas o ensino básico. Os dados são do estudo feito pela CNI.

As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas pelo site do Sisutec até segunda-feira (12). Segundo o MEC, até o fim da tarde dessa sexta-feira (9), o sistema tinha 243.391 candidatos inscritos.

Para participar é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 e não ter zerado a redação. Aqueles que não fizeram o Enem e querem ingressar no ensino técnico têm a opção de participar do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Na página do programa estão disponíveis os cursos e as modalidades de bolsa.

Tags:

publicidade

publicidade