SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação profissional

Pescadores pedem e Sisutec abre 30 vagas em aquicultura

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/08/2013 13:54 / atualizado em 12/08/2013 13:59

Pedido apresentado por duas colônias de pescadores, que representam cerca de 600 profissionais do município de Barra do Garças (MT), motivou a abertura do único curso técnico em aquicultura desta primeira edição do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estão abertas 30 vagas.

O curso de aquicultura em tempo integral, com mil horas e um ano e meio de duração, será ministrado no câmpus de Barra do Garças do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT). As aulas teóricas serão ministradas no turno da noite. No período da manhã, os estudantes farão visitas técnicas e participarão de atividades de campo.

De acordo com o coordenador do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) do câmpus, Marco Antônio Morais, a política de pesca do governo federal e a previsão de implantação de um frigorífico para abate e processamento de peixes e de uma indústria de ração na cidade também contribuíram para a decisão do instituto de abrir o curso.

Marco Antônio explica que o município, situado na bacia dos rios Araguaia e Tocantins, começou diversificar a economia ao investir em áreas fora da pecuária. Com novos investimentos em estrutura, como é o caso do frigorífico e da indústria de ração, as colônias de pescadores D18 e D19 pediram a formação em aquicultura para participarem diretamente do processo, que vai da produção de alevinos e peixes ao processamento e distribuição de pescado.

Além de Barra do Garças, cidade de 56,9 mil habitantes, a 550 quilômetros de Cuiabá, o arranjo produtivo local abrange pequenos municípios da microrregião do médio Araguaia, formada por Araguaiana, General Carneiro, Pontal do Araguaia e Nova Xavantina.

 

Formação — O curso de aquicultura prepara profissionais para trabalhar no cultivo de peixes, camarões, rãs, ostras e algas; manejo dos ambientes de produção; controle de qualidade da água e do solo; preparo e ajuste da alimentação em todas as etapas de desenvolvimento. O mercado de trabalho abrange instituições públicas e particulares do setor aquícola, empresas de produção e beneficiamento de pescado, laboratórios de reprodução, e larvinocultura, além da atividade autônoma.


Sistema — Nesta primeira edição, o Sisutec oferece 239,7 mil vagas em 117 tipos de cursos abertos por 586 instituições de ensino públicas e particulares, nas cinco regiões do país. Os candidatos a vagas precisam comprovar participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, com nota na redação que não tenha sido zero. As inscrições on-line podem ser feitas até às 23h59 minutos desta segunda-feira, 12.

Tags:

publicidade

publicidade