SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Cidades paulistas têm centenas de vagas em vários municípios

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/09/2013 18:34 / atualizado em 04/09/2013 18:43

Jovens e adultos que andam em busca de uma profissão encontram centenas de vagas em cursos técnicos em médias e grandes cidades do estado de São Paulo e em municípios das demais unidades da Federação. As vagas são para quem concluiu o ensino médio em escola pública ou foi bolsista em instituição particular. A formação, gratuita, é oferecida pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) do Ministério da Educação. As inscrições podem ser feitas até 16 deste mês, pela internet.

Num grupo de 11 cidades do estado de São Paulo, incluindo a capital, existem vagas em 55 cursos com duração de 800 a 1.600 horas, em turnos da manhã, tarde e noite. Em Limeira, município com 276 mil habitantes, que é um polo industrial do interior de São Paulo, existem vagas em 14 tipos de cursos técnicos, a maior parte deles no turno da noite. A oferta atende as necessidades regionais, uma vez que o município tem fronteira com nove cidades, entre elas, Cordeirópolis, Santa Bárbara do Oeste e Araras.

A formação técnica em Limeira abrange sistemas de energia renovável, biocombustíveis, celulose e papel, saneamento, sistemas de transmissão – todos no turno da noite e com carga horária de 1.600 horas. Áreas como agroecologia, petróleo e gás, telecomunicações, açúcar e álcool, eletrônica, hidrologia, plásticos também têm vagas.

Em Guarulhos, que tirando as capitais dos estados, é a cidade mais populosa do país, com 1,2 milhão de habitantes, os interessados em ter uma profissão encontram cursos gratuitos de panificação, manutenção e suporte de informática, técnico de informática, redes de computadores, orientação comunitária, saúde bucal, agente comunitário de saúde e gerência de saúde.

Em São José dos Campos, localizada a leste da capital, no Vale do Paraíba, estão disponíveis centenas de vagas em cinco tipos de cursos na área de informática e em outros seis – sistemas de transmissão, automação industrial, eletroeletrônica, sistemas de comutação, segurança do trabalho, eletromecânica.

Em São Paulo, capital, 14 cursos técnicos têm vagas. Na área de saúde, por exemplo, há vagas para reabilitação de dependentes químicos, órteses e próteses, gerência de saúde, massoterapia, vigilância em saúde, gerência de saúde e saúde bucal, todos com 1,2 mil horas.

Interior
No interior paulista, os cursos técnicos do Pronatec também estão presentes. Em Barretos, que está a 440 quilômetros da capital, candidatos encontram cursos como programação de jogos digitais, multimeios didáticos, técnico de informática, logística; em Caraguatatuba, a 178 quilômetros de São Paulo, existem vagas para edificações, paisagismo, design de interiores, controle ambiental, informática pra internet; em Votuporanga, que está a 521 quilômetros da capital, há vagas para cursos de alimentação escolar, paisagismo, orientação comunitária, açúcar e álcool.

Em cidades maiores como Americana, com 212,7 mil habitantes, há diversos cursos técnicos com vagas, entre eles, sistemas de transmissão, sistema de energia renovável, telecomunicações, eletroeletrônica, automação industrial, segurança do trabalho.

Catálogo
Para orientar os candidatos a cursos técnicos, o Ministério da Educação elaborou um catálogo. Ele contém informações sobre como é o curso, as habilidades exigidas do candidato, em que atividades o técnico pode trabalhar, o número de horas da formação, entre outros dados. O ministério recomenda que, antes de fazer a inscrição, o aluno acesse o Catálogo para conhecer o curso que pretende fazer.

Requisitos
Para concorrer as vagas do Pronatec, o candidato deve ter feito o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral. A consulta por vaga deve ser feita pelo interessado diariamente, pois a garantia de ocupação só é conseguida pelo aluno quando ele faz a matrícula.

Quando o inscrito não faz a matrícula no prazo de dois dias úteis após a inscrição, a vaga retorna para o sistema e é aberta novamente.

Documentos para a matrícula – levar os originais e cópias:

  •     Certificado de conclusão do ensino médio

  •     Histórico escolar do ensino médio

  •     Certidão de nascimento ou de casamento

  •     Carteira de identidade, ou carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação (CNH), passaporte ou carteira de identidade profissional.

  •     Cadastro de pessoa física (CPF)

  •     Título de Eleitor e comprovante de votação (primeiro e segundo turnos) ou documento oficial de justificativa por não ter votado – para maiores de 18 anos

  •     Certificado militar, para maiores de 18 anos e do sexo masculino

  •     Comprovante de residência

  •     Uma foto 3x4, recente.


A inscrição deve ser feita na página do Pronatec na internet. Ali, o candidato encontra dados como a instituição responsável pelo curso e certificação, o número de horas de cada curso, o turno em que é oferecido, a data de início e de término da formação.
Tags:

publicidade

publicidade