SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Exposição mostra como será a casa do futuro

Empresas incubadas no CDT colaboram em evento sobre tecnologia residencial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/03/2014 19:50

Agência UnB

Depois de um longo dia de trabalho, imagine poder, via celular, ligar o ar condicionado, mudar a iluminação e até colocar música relaxante para tocar, deixando o ambiente o mais confortável possível, antes mesmo de chegar lá. Se quiser ajustar alguma coisa enquanto caminha pelos quartos, apenas é necessário um comando de voz para que o sistema da casa se encarregue de tudo.

Pode parecer ficção futurística, mas essas são apenas algumas das tecnologias em exposição na Mostra Casa Viva, que acontece no Pontão do Lago Sul entre os dias 25 de março e 27 de abril. O evento, que já passou por vários estados, reúne o que há de mais atual em arquitetura e decoração. Na capital, conta com a colaboração de três empresas incubadas no Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (CDT/UnB).

Quem vier à mostra em Brasília, poderá visitar duas casas, construídas próximas ao estacionamento do Pontão. Elas foram projetadas por 16 arquitetos e contêm tecnologias de ponta de 111 empresas, como esclarece o criador da exposição, o analista de sistemas Nelson Mengue Model. “A diferença da Casa Viva com outras mostras de arquitetura e decoração é que oferecemos uma visita técnica guiada, durante a qual serão explicadas cada uma das funcionalidades da casa”, detalha. “Assim, o público pode aprender mais sobre as tendências modernas.”

As duas casas do projeto foram construídas em aço, opção mais sustentável e resistente. A escolha do restante dos materiais empregados também segue o mesmo princípio, explica o arquiteto Sérgio Parada, que projetou uma das casas. “Os vidros utilizados, por exemplo, amenizam o impacto dos raios infravermelhos, que aumentariam a temperatura da casa. Com isso, é possível economizar energia gasta com ar condicionado”, descreve.

Além disso, as duas casas incorporam os mais inovadores conceitos em decoração e automação. Luz, cortinas, som, televisão: tudo pode ser controlado pelo celular ou por comandos de voz. Quem encarregou-se disso foi o engenheiro mecânico Luis Otávio Brandão. “Uma das casas também é equipada com um sistema de avatar, chamada Denise. Os visitantes podem interagir com ela e, inclusive, pedir que ela realize tarefas, como ajustar a iluminação ou o ar condicionado”, acrescenta.

PARCERIA
Três empresas incubadas no CDT participam da mostra. A Loop vai expor uma tranca de porta que pode ser controlada pelo celular; a FiraSoft disponibilizará ferramentas virtuais para interação com o público e a Quali-A participou do projeto realizando a avaliação da sustentabilidade das construções.

O evento oferece um espaço para que as empresas mostrem seu trabalho e prospectem possíveis clientes, como afirma a diretora da Quali-A, Milena Sampaio. “Um dos pilares da mostra é a sustentabilidade, então é uma oportunidade para que ajudemos a divulgar esse princípio e também nossos serviços”, destaca.

HISTÓRICO
A Mostra Casa Viva surgiu em 2005, na Primeira Feira de Tecnologia da América Latina do Brasil, no Rio Grande do Sul, onde foi exposta uma casa de 140m2 totalmente automatizada, com tecnologias de 42 empresas. O sucesso foi tão grande que o projeto recebeu convites de outros estados. Além do Distrito Federal, a mostra também passará por Espírito Santo e Goiás.
Tags:

publicidade

publicidade