SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Chefe de pesquisa da Microsoft ministra palestra em Taguatinga

Henrique Malvar conversou com alunos do Senai sobre pesquisa e inovação na área de processamento da informação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/07/2015 17:32 / atualizado em 24/07/2015 18:42

Anna Luiza Felix/Esp. CB/D.A Press
O chefe do Departamento de Pesquisa da Microsoft, Henrique Malvar, ministrou na manhã desta sexta-feira (24) palestra sobre tendências tecnológicas na tecnologia da informação, na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em Taguatinga. Malvar apresentou alguns avanços de produtos da Microsoft, como o pacote Office e o Windows Phone e projetos que estão em desenvolvimento, como o Skype Translator, plataforma com a qual o usuário do programa poderá se comunicar por meio de tradução simultânea com uma pessoa que fale outro idioma.

Brasileiro, Malvar é formado em engenharia elétrica pela Universidade de Brasília (UnB) e Ph.D. na mesma área pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Durante a palestra, ele abordou diversas possibilidades da área de processamento da informação. Malvar explicou que produtos como o Kinect apenas foram possíveis devido aos avanços nas áreas de áudio e vídeo, conquistados graças ao investimento em pesquisas em visão computacional desde 1995 e em redes de microfones desde 1998.

Segundo o palestrante, a forma das pessoas interagirem com os computadores irá mudar. "Essa história de sentar na escrivaninha para mexer no computador, que é uma lata grande que fica embaixo da mesa, vai virar passado. Os seus netos vão entender como computador algo que eles podem levar na mão ou algo com o qual eles interagem no espaço. As crianças de hoje já pensam assim", afirma.

Microsoft em Brasília
O evento, gratuito e aberto à comunidade, faz parte do programa Students to Business (S2B) do Microsoft Innovation Center Brasília (MIC), que capacita estudantes na área de tecnologia da informação. "Ter um contato com a comunidade acadêmica, de treinamento técnico e com pequenos empreendedores nos permite entender o cenário em que eles estão aplicando essas tecnologias", observa Malvar. O centro de inovação de Brasília é resultado de uma parceria entre o Senai DF e a Microsoft. Ao todo, há 100 centros de inovação espalhados em 35 países. No Brasil, são 13, sendo um em Taguatinga.

Após a palestra, os alunos da última turma do programa S2B receberam os certificados de conclusão do curso de desenvolvimento de aplicativos para celulares. O curso, com duração de 180 horas, foi composto de uma fase teórica e uma prática, na qual os participantes desenvolveram aplicativos mobile para o Windows Phone. O coordenador técnico do MIC Brasília e instrutor do programa, Roberto Oliveira, apontou que a palestra foi uma oportunidade para os alunos conhecerem o que está sendo realizado fora da sala de aula.

Para o gerente de Tecnologia da Informação da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Arioston Cerqueira, o MIC dá um norte à carreira dos alunos e trás a oportunidade para se tornar um empreendedor. "O MIC pode apoiar diretamente startups e empresas que querem trabalhar com tecnologia", ressalta.

Alunos de engenharia de software na UnB, o casal João Gabriel de Britto, 22 anos, e Beatriz Rezener, 21, concluíram o curso juntos. "É motivador ter uma pessoa do porte dele vindo aqui em Taguatinga conversar com a gente", analisa João. "Saber que ele é brasileiro e que viveu boa parte da vida em Brasília faz com que possibilidades como essa se tornem mais reais", acrescenta Beatriz.

publicidade

publicidade