Estudante da UnB faz campanha para participar da COP21, em Paris

Aluna tem até 17 de setembro para alcançar o máximo de visualizações no vídeo de inscrição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/08/2015 17:18 / atualizado em 04/09/2015 18:46

Eduarda Zoghbi tem 22 anos e cursa ciência política na Universidade de Brasília (UnB). Quando criança, ela descobriu que pequenas mudanças podem melhorar o meio ambiente. Na adolescência, percebeu que gostaria de promover essa transformação na sociedade. Agora, precisa de ajuda para alcançar um objetivo: participar como correspondente da Conferência do Clima (COP21), evento organizado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para debater o futuro do clima no mundo.

A competição para estudantes, organizada pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Climaa (UNFCCC) e pela Television for the Environment (TVE), escolhe o jovem que alcança mais visualizações em um vídeo para ganhar uma viagem para Paris, cidade onde será promovida, em dezembro, a COP21. Ao participar da Conferência, o estudante atuará como correspondente de seu país, produzindo material de divulgação para a imprensa e até mesmo reportagens sobre os assuntos debatidos durante o evento.

Histórico

Eduarda se sente mais do que preparada para exercer essas funções. Desde  a infância, ela teve interesse pelo tema. Aos 9 anos, após a escola na qual ela estudava ter sido selecionada em uma competição de nível nacional, Eduarda foi a estudante escolhida para expor sua opinião em uma sessão plenária no Senado Federal que debatia as mudanças climáticas no país. Durante o segundo ano do ensino médio, Eduarda fez um intercâmbio na Dinamarca. Essa viagem não somente serviu de inspiração como proporcionou, de fato, grandes oportunidades para sua vida. “Eu escolhi a Dinamarca por ser um  país com grandes referências em investimentos no setor de fontes renováveis. Lá eu tive a grande sorte de participar da COP15, mas do lado de fora. Pude protestar com cartazes e ver que não era a única pessoa que clama por mudanças”, revela Eduarda.

Hoje, ela faz estágio na Embaixada do Reino Unido, onde atua e aprende sobre a área de maior interesse dela: a de mudanças climáticas. “Não imaginava que fosse passar na seleção. Eu estou no lugar certo e na hora certa para promover essa mudança”, afirma.

Visualizações

Até a publicação desta notícia, o vídeo  da estudante tinha mais de 3,4 mil visualizações no YouTube, mas ainda precisa de muito mais. Eduarda manteve a liderança de acessos durante a última semana, mas na sexta-feira (28) foi ultrapassada por uma estudante da Argentina. Agora,  ela conta com o apoio dos internautas para vencer uma clássica disputa entre os dois países vizinhos.  

Confiante, a estudante deixa claro que para vencer a competição são necessárias visualizações, não “curtidas”. As visualizações podem ser feitas em diversos computadores e celulares e em diferentes perfis de contas no Google. Caso vença, Eduarda promete compartilhar a experiência, já que a meta da estudante é passar para as próximas gerações novos valores sobre a preservação do meio ambiente. “Se eu chegar lá, quero representar os jovens brasileiros e poder falar que nós somos o futuro”, revela Eduarda.

Como ajudar

Para ajudar Eduarda é muito simples: basta visualizar o vídeo editado pela estudante. Nele, ela conta sua atuação na causa pelo meio ambiente e conta com a participação de representantes que a ajudaram em algumas de suas conquistas na área profissional.

Assista ao vídeo abaixo: