SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mercosul

Parlamento Juvenil já tem os 79 candidatos classificados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2016 18:23

Portal MEC /MEC

 

O Ministério da Educação divulgou esta semana a relação dos 79 candidatos classificados para o Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM). Os projetos foram escolhidos pelas secretarias de Educação de cada estado e do Distrito Federal e pelas instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Apesar de estar prevista no edital a classificação de 108 jovens (quatro por unidade federativa), em algumas dessas unidades houve candidatura única ou número inferior a quatro concorrentes.

 

Coordenado pela Assessoria Internacional do MEC, o PJM busca promover o protagonismo juvenil, de forma a contribuir para a integração regional dos jovens parlamentares. Os eleitos para um mandato de dois anos discutem, aprovam e recomendam a adoção de políticas educativas que promovam a cidadania e uma cultura de paz e respeito à democracia, aos direitos humanos e ao meio ambiente.

 

A partir de agora, a seleção entra na segunda fase, em que será escolhido um representante por unidade da Federação e totalizados 27 parlamentares juvenis brasileiros.

 

Os escolhidos para representar o Brasil no PJM terão de nortear as discussões pelo tema O Ensino Médio que Queremos e elaborar documento com propostas que abordem as necessidades e anseios comuns da juventude dos países do Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai) e associados (Bolívia e Colômbia).

 

De acordo com a responsável pela coordenação do Parlamento, Sandra Sérgio, os futuros parlamentares têm uma grande responsabilidade para o próximo mandato, já que o Brasil discute a reforma do ensino médio. “É uma excelente oportunidade para o jovem e também para o MEC ouvir da juventude de todo o país o que ela espera do ensino médio”, afirmou.

 

Protagonismo

O projeto de protagonismo juvenil para estudantes do ensino médio surgiu no setor educacional do Mercosul e, em cada edição (2010, 2012 e 2014), foram selecionados 27 estudantes brasileiros. O projeto, que prevê mandato de dois anos, está iniciando a quarta edição (2016-2018). Os parlamentares juvenis do Mercosul concentram as discussões em cinco eixos temáticos: inclusão educativa, gênero, jovens e trabalho, participação cidadã dos jovens e direitos humanos.

 

Cadastramento

Para participar da eleição, que começa no dia 30 próximo e vai até 5 de novembro, os interessados devem fazer o cadastramento na página do Parlamento Juvenil na internet e indicar o representante da unidade federativa. Na página, estão disponíveis os perfis de todos os candidatos classificados. O resultado será divulgado em 10 de novembro próximo. A relação dos candidatos classificados também está disponível na página do PJM.

publicidade

publicidade