Educação profissional

MEC e Planejamento autorizam contratação de professores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/12/2016 19:05

Seis institutos federais e o Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica podem contratar 390 novos docentes do ensino básico, técnico e tecnológico. A autorização para a contratação foi dada pelos ministérios da Educação e do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e publicada hoje, 20, no Diário Oficial da União. "Essas contratações atendem a necessidade dessas instituições e reforçam o nosso compromisso com os institutos federais e o ensino técnico no País", afirmou o ministro Mendonça Filho.

 

A ampliação do banco de professor-equivalente (BPEq) aumentará o quadro dessas sete instituições de ensino, tendo em vista a autorização de 185 novas unidades no período de 2014 a 2016.

 

“O crescimento no número de campi gerou a necessidade de ampliação do quadro de pessoal”, explica a coordenadora-geral de Desenvolvimento de Pessoas da Rede do MEC, Silvilene Souza da Silva. Daí a demanda emergencial de atualização do banco de professor-equivalente de parte das instituições da rede federal. A medida ampliará o banco de seis institutos federais e do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, que contará com 67 novas vagas.

 

Os institutos federais Farroupilha e Sul-Rio-Grandense, no Rio Grande do Sul, terão seu BPEq ampliado em 89 e 104 novos cargos, respectivamente. Os institutos federais do Mato Grosso, Fluminense e Goiano ampliarão o banco em 40 vagas cada. Já o Instituto Federal de Goiás, que de 2014 a 2016 teve autorizado o funcionamento de oito novas unidades, terá o banco ampliado em dez novos cargos.

 

A Portaria Interministerial Nº 405/2016, que autoriza a ampliação do Banco de Professor-Equivalente das sete instituições da rede federal, foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 20.

 

 

 

 

Portal MEC