SIGA O
Correio Braziliense

Educação profissional

Publicação mostra experiências na área em diferentes países

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/05/2017 19:15

Diferentes experiências estrangeiras de educação profissional e tecnológica são tema do 14º volume da coleção Mundo Afora, lançada nesta terça-feira, 9, em Brasília. O material é resultado de uma parceria entre os ministérios da Educação e das Relações Exteriores, produzido por embaixadas e consulados brasileiros. De acordo com a secretária de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eline Nascimento, a publicação tem o propósito de mostrar como o ensino técnico pode ser “uma alternativa para uma carreira rica, interessante e dinâmica”.

 

“Nosso papel como gestor é estar presente e atento para inserir na realidade aquilo que está dando certo fora do país”, disse Eline, durante o lançamento da obra. A secretária também mencionou os avanços do governo na educação profissional e destacou o desafio de motivar os jovens a seguirem o caminho da formação técnica. “É importante motivarmos os alunos nesta carreira”.

 

Para a diretora do Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores, Paula Souza, a cooperação do Itamaraty na educação é importante na medida em que apresenta alternativas que podem ser úteis ou adequadas à realidade brasileira. “É interessante que o Itamaraty contribua para a discussão interna com a experiência que a gente tem no exterior, porque, no fundo, é contribuir para o que é mais importante para nós. Sem ter um país organizado, pouca utilidade terá a política externa”, afirmou, ao mencionar um dos exemplos da publicação, sobre o caso de Los Angeles, nos Estados Unidos, que aplicou uma solução de educação profissional e ajudou a diminuir a violência na cidade.

 

A edição sobre educação profissional e tecnológica da coleção Mundo Afora está disponível no portal do Itamaraty. São 32 artigos com relatos de práticas bem sucedidas em 27 países, de diferentes contextos socais, culturais e econômicos. A publicação é produzida desde 2004; educação básica e superior foram abordadas em números anteriores, também em parceria com o Ministério da Educação.

 

 

Portal MEC