SIGA O
Correio Braziliense

Definição do sistema racial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2012 11:53

Pioneira na instituição de cotas para negros em todo o país, a Universidade de Brasília (UnB) define hoje se manterá o atual sistema, mesmo que seja com um percentual menor do que os atuais 20% das vagas do vestibular, ou se extingue a política afirmativa. As sociais abrangem apenas negros, pardos e indígenas oriundos de escolas públicas. Os que estudaram em colégios privadas estariam excluídos da reserva de vagas.

O reitor da UnB, José Geraldo Sousa Júnior, acredita que não deve haver recuo de uma política implantada com sucesso. “Na definição das cotas, há 8 anos, a UnB acreditava que o fundamento principal era a discriminação. Esta atinge o rico e o pobre pela condição étnica e não pela renda. Essa razão não mudou”, afirmou. Em conversa com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, ele recebeu a instrução de que, se a instituição adotasse o percentual mínimo da Lei Federal nº 12.711, poderia ainda acrescentar o índice que achasse necessário de acordo com as peculiaridades de cada região — o mínimo previsto é de 12,5%.

O entendimento dependerá de como os conselheiros entenderem a situação. Pelo menos metade dos 70 membros do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) devem votar sobre o que acreditarem ser o melhor para a UnB. O decano de Ensino e de Graduação, José Américo Soares, estuda uma saída para manter o benefício com recorte racial. “Isso foi uma conquista da UnB. Vamos ver como eles recebem a informação”, disse. O percentual para as cotas sociais deve ser o mínimo exigido. “Acredito que vamos optar pelos 12,5%, mas é preciso esperar a votação”, completou Américo.

Também está na pauta da reunião a deliberação sobre a substituição do vestibular tradicional pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu), que utiliza o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como base de avaliação. O assunto volta à pauta depois de diversas reuniões realizadas em maio deste ano, sem nenhum consenso. A decisão não interfere no primeiro vestibular de 2013. Se for a proposta for aprovada, só terá valor para a segunda seleção. O PAS não será afetado.
Tags: