SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Decano propõe que UnB adote o percentual de 12,5% para as cotas sociais

Conselheiros questionaram a capacidade da instituição de pagar auxílio aos estudantes. Votação ainda não ocorreu

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2012 17:21 / atualizado em 11/10/2012 17:26

Teve início por volta das 15h desta quinta-feira (11/10) a reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade de Brasília (UnB), que vai debater os rumos da Lei de Cotas Sociais na instituição. O decano de Ensino de Graduação da UnB, José Américo Soares Garcia, sugeriu que as cotas voltadas para alunos que cursaram o ensino médio em escolas públicas equivalessem a 12,5% do total de vagas oferecidas no próximo vestibular, percentual mínimo determinado pelo Ministério da Educação.

A sugestão acalorou a mesa de debates e fez surgir discussões. Uma delas foi sobre a possível aumento da evasão. Alguns dos conselheiros lembraram que a universidade adota outras formas de cotas — as raciais e as indígenas — e questionaram a capacidade da universidade de manter, por exemplo, o auxílio a estudantes de baixa renda.

A votação para decidir a porcentagem da nova cota que será usada na próxima seleção ainda não ocorreu.

Aguarde mais informações
Tags:

publicidade

publicidade