Governo tem urgência na aprovação do plano de cargos do magistério federal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/11/2012 16:32 / atualizado em 20/11/2012 16:43

Agência Câmara

O deputado Alex Canziani (PTB-PR) afirmou, há pouco, que o governo tem urgência na aprovação do projeto (PL 4368/12, do Executivo) que reestrutura o plano de cargos e carreiras do agistério federal para que já possa, a partir de janeiro de 2013, começar a pagar os professores com os reajustes previstos pela eestruturação de suas carreiras.


O deputado deu essa declaração no início da audiência pública da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público que discute o PL 4368/12. São beneficiados pela proposta os profissionais da educação básica, superior, profissionalizante e tecnológica da União, inclusive
os dos ex-territórios e os das escolas vinculadas ao Ministério da Defesa, como os colégios militares.

Estão presentes para debater o tema com os deputados:

- o secretário de Relações de Trabalho no Serviço Público, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Sérgio Mendonça;

- o secretário de Educação Superior, do Ministério da Educação, Amaro Henrique Pessoa Lins;

- o presidente da seção Sindical dos Docentes da UFSM (Sedufsm), Rondon de Castro;

- o presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Marinalva Silva Oliveira;

- o presidente da Federação de Sindicatos de Professores de Instituições
Federais de Ensino Superior (Proifes), Eduardo Rolim de Oliveira;

- o representante do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da
Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), Maria Aparecida
Rodrigues; e

- o coordenador Geral da Fasubra Sindical, Paulo Henrique Rodrigues dos Santos.

A audiência ocorre no Plenário 12.
Tags: