SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Vielência

Aluno bate em professor

Inconformado com as notas do fim do semestre, estudante esmurra um docente no UniCeub. Jovem pode ser expulso da instituição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2012 08:00 / atualizado em 27/11/2012 13:01

Kelly Almeida

Um estudante universitário de 29 anos é acusado de agredir um professor do Centro Universitário de Brasília (UniCeub) dentro da instituição, na última quinta-feira. O aluno teria ficado inconformado com as notas baixas e, após discussão, deu um soco no olho do docente. O fato ocorreu por volta das 8h30, no interior de um dos laboratórios. A vítima precisou ser encaminhada a um hospital e levou pontos no supercílio. Na delegacia, o agressor informou que tinha dificuldades de relacionamento com o professor. Ele está suspenso temporariamente do UniCeub, pode ser expulso e ainda vai responder pelo crime de lesão corporal.

Após ser atendido em um hospital particular, o professou, de 59 anos, registrou a ocorrência da agressão na 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). O delegado-chefe da unidade relatou que o agressor foi ouvido, mas não quis se pronunciar oficialmente. “Ele ficou calado durante os questionamentos, mas, extraoficialmente, nos comunicou que tinha dificuldade de relacionamento com o professor”, detalhou Rodrigo Bonach. “Mas isso não justifica a agressão. E o fato de ele estar pagando uma mensalidade não faz com que tenha direito a receber notas altas ou ser aprovado no fim do semestre”, acrescentou Bonach.

Além do universitário e do professor, os policiais ouviram alunos que presenciaram a agressão. O estudante acusado da violência não está preso, mas assinou um termo circunstanciado se comprometendo a comparecer à Justiça, quando convocado. Sem passagens pela polícia, ele vai responder pelo delito de lesão corporal leve, com pena de três meses a um ano de detenção.

Por meio da assessoria de imprensa, o UniCeub informou que o ocorrido foi um caso isolado e que o estudante está suspenso desde o dia da agressão. Além disso, uma comissão interna formada por docentes analisará o caso. Uma expulsão está entre as medidas que podem ser tomadas. A reportagem tentou entrar em contato com o professor durante o dia de ontem, mas, até o fechamento desta edição, ele não havia atendido as ligações.
Tags:

publicidade

publicidade