SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Acesso de jovens negros e pardos à universidade triplicou em dez anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2012 12:50

Mariana Niederauer

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentou, nesta quarta-feira (28/11), os resultados da Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2012, relativos ao ano de 2011. No ano em que o debate sobre as políticas de cotas para negros e para estudantes de escolas públicas nas universidades foi frequente, os indicadores mostraram que a proporção de jovens negros e pardos — de 18 a 24 anos — que cursam o ensino superior passou de 10,2% em 2001, para 35,8% em 2011.

No entanto, o percentual ficou muito distante daquele alcançado pelos jovens brancos, que subiu de 39,6% em 2001, para 65,7% em 2011. Pôde ser observada melhoria na proporção dos estudantes nessa faixa etária que ainda estavam no ensino fundamental, o percentual caiu em quase três vezes desde de 2001, ficou em 8,1% no ano passado.
Tags:

publicidade

publicidade