SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Desafios aumentam na UnB

Estudantes que farão, no próximo fim de semana, as etapas iniciais do PAS concluirão a seleção com 37,5% das vagas destinadas às cotas sociais. Com isso, a disputa tende a ficar mais acirrada tanto para alunos das escolas públicas quanto das particulares

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/11/2012 08:00 / atualizado em 29/11/2012 12:53

Manoela Alcântara

Rayanne Lima, que estuda em colégio público: %u201CO incentivo aumentou%u201D (Carlos Vieira/CB/D. A Press) 
Rayanne Lima, que estuda em colégio público: %u201CO incentivo aumentou%u201D

Os 48.856 alunos inscritos para fazer as provas da 1ª e da 2ª etapas do Programa de Avaliação Seriada (PAS), neste fim de semana, se preparam para o certame cientes do desafio que enfrentarão quando fizerem a última prova da seleção. Quem está hoje no 2º ano do ensino médio fará a terceira etapa com, pelo menos, 25% das oportunidades reservadas às cotas sociais. Um ano depois, os iniciantes no PAS em 2012 disputam uma vaga na Universidade de Brasília (UnB) com 37,5% das oportunidades destinadas ao público previsto pela Lei Federal nº 12.711 (leia Entenda o caso). Embora as opiniões sobre o novo sistema se dividam, os estudantes têm a consciência de que os estudos devem ser intensificados.

As táticas são as mais diversas. Os alunos de escola pública já sentem nas salas de aula a mudança na didática dos professores. “O incentivo aumentou. Os docentes levam para a gente o que vai cair na prova. Falam sobre as cotas e a oportunidade de cursar uma universidade pública”, disse Rayanne Lima, 15 anos, estudante do 1º ano do Centro de Ensino Médio Elefante Branco. Ela reconhece a importância da legislação, mas não considera a aprovação na UnB um desafio fácil. “Acordo mais cedo para estudar, venho para as oficinas disponibilizadas pelo colégio aos sábados. Tenho que estudar bastante para garantir meu futuro”, acrescentou.

Na rede privada, os desafios também aumentam. Ricardo Bastos, 15 anos, acredita que a disputa será mais acirrada quando chegar a vez dele de ingressar no ensino superior. “Se eu me empenhar, vou conseguir. Acho que entrar pelo PAS é mais fácil, pois, no vestibular tradicional, pessoas que já fazem cursinho há quatro, cinco anos, vão disputar com aqueles que acabam de sair do ensino médio”, opinou o aluno do Sigma. A preparação do adolescente começou com a mudança de escola. “Aqui (no Sigma), fazemos as últimas provas em outubro. Novembro inteiro é de preparação para o PAS. Além disso, estudo cerca de duas horas por dia em casa, leio as apostilas e faço exercícios”, ressalta.

  
 


Bastos não se sente prejudicado pelo sistema de cotas. Ele acredita que será aprovado para o curso de direito ou agronomia — ainda precisa decidir — devido ao esforço próprio, independentemente da quantidade de vagas. Porém, discorda da política adotada pelo governo federal. “Essa lei não melhora as escolas públicas. Para mim, é uma forma de maquiar os resultados. Uma educação pública com qualidade seria muito melhor do que uma medida paliativa”, completou.

Este ano, 27.760 pessoas se inscreveram para a 1ª etapa do PAS e 21.096, para a 2ª. Números que devem aumentar com a instituição das cotas. “Esperamos uma maior participação dos alunos das escolas públicas. Isso é natural já que agora há uma reserva de vagas para eles. O desempenho também deve ser superior. Esperamos que os estudantes intensifiquem os estudos para enfrentar as oportunidades com real possibilidade de aprovação”, analisou o coordenador acadêmico do Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe), Paulo Portela. Para ele, a dedicação deve começar imediatamente. “É preciso ter um bom desempenho nas três etapas para ficar bem classificado.”

Testes

Quem vai fazer as provas neste fim de semana deve ficar atento aos horários e locais das provas para as 1ª e 2ª etapas do PAS, já disponíveis no site do Cespe (www.cespe.unb.br/pas). A consulta das informações deve ser feita com base nos dados pessoais do estudante. No sábado, serão testados os conhecimentos dos estudantes do 1º ano do ensino médio e, no domingo, dos concorrentes do 2º ano. Ao todo, serão 101 locais de prova em todo o DF e oito em outras unidades da Federação. A previsão é que os testes comecem às 13h. Mas os candidatos devem chegar uma hora antes aos locais onde ocorrerão os testes.

No modelo atual, todos os exames do PAS incluem prova objetiva e redação em língua portuguesa. Os concorrentes têm cinco horas para mostrar os conhecimentos assimilados. A prova de conhecimentos é composta por itens de quatro tipos. É preciso ficar atento, pois em algumas questões os candidatos são submetidos a apenações — caso errem um item, outro é anulado. A média para a aprovação é composta da soma das três etapas mais o peso de cada uma. Por isso, a importância de tentar se destacar desde a primeira.

Restaurante fechado
Após uma semana de mau cheiro no Restaurante Universitário da Universidade de Brasília (UnB), o local foi fechado ontem à noite para reforma. Ainda não há previsão para reabertura do espaço. Segundo a administração do RU, a câmara fria que armazenava as carnes se rompeu e causou um vazamento no terceiro andar. Apesar do desconforto que o problema acarretou aos alunos e funcionários da UnB, o restaurante funcionou nos últimos dias, exceto no andar do acidente e em partes do segundo e do primeiro pisos. A Vigilância Sanitária chegou a ir no estabelecimento e não o interditou, dando apenas um prazo de 30 dias para que o problema fosse solucionado. 

Confira
Datas das provas de todas
as seleções da UnB

1º de dezembro
1ª etapa do PAS

2 de dezembro
2ª etapa do PAS

16 de dezembro
3ª etapa do PAS

12 e 13 de janeiro
Vestibular tradicional


O que fazer
Antes de fazer os testes

» O momento não é mais de aprender, mas de procurar tranquilidade. No máximo, uma pequena revisão pode ajudar;

» Ler os enunciados de algumas questões anteriores ou analisar o estilo da banca organizadora pode ajudar a evitar pegadinhas;

» Assistir a um filme pode ajudar a desligar um pouco e diminuir a ansiedade;

» Evitar ir a festas ou a eventos que atrapalhem o sono na véspera do teste é essencial para que o candidato esteja preparado física e emocionalmente para responder a maratona de questões;

» Mantenha uma alimentação leve no dia do exame. Separe ainda frutas, cereais e água para o dia do teste;

» Separar os documentos exigidos para o dia do exame é importante para não enfrentar imprevistos. Carteira de identidade original, comprovante de inscrição, caneta devem estar separados com antecedência;

» Visite antes o local da prova. Os que dependem de transporte público devem sair cedo de casa.
O edital indica a chegada do estudante nos locais de prova com uma hora antes do horário marcado para o início da seleção.

 

Reserva garantida


Sancionada em agosto deste ano, a Lei Federal nº 12.711 prevê, em quatro anos, a reserva de 50% das vagas em instituições federais de ensino superior para os estudantes que cursarem todo o ensino médio em escolas públicas, pretos, pardos, indígenas e de baixa renda. A aplicação é imediata e vale para as próximas seleções, que darão acesso à universidade em 2013. Neste primeiro ano, o percentual mínimo a ser adotado pela UnB é de 12,5%. Do total de vagas, metade será reservada aos candidatos oriundos de famílias com renda per capita (por pessoa) inferior ou igual a 1,5 salário mínimo (R$ 933). Os concorrentes que pretendem ingressar na UnB pelo PAS só fazem a opção pelas cotas da terceira etapa. Em 2013, devido ao arredondamento previsto pela legislação, o percentual de reserva para este público será de 14,5%. Em 2014, serão pelo menos 25%; em 2015, 37,5%; e em 2016, 50%.
Tags:

publicidade

publicidade