SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Protesto

Estudantes ocupam Reitoria da Católica

Inconformados com a suspensão de benefícios a atletas e com suposto reajuste de 8,9% nas mensalidades, 15 alunos invadiram o prédio da direção. Instituição afirma que é preciso cortar gastos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/11/2012 13:36

Mariana Laboissière

A confusão começou por volta das 10h, quando os universitários reivindicavam uma reunião com o reitor (Mariana Raphael/Esp. CB/D.A Press) 
A confusão começou por volta das 10h, quando os universitários reivindicavam uma reunião com o reitor

Alunos da Universidade Católica de Brasília (UCB) invadiram a reitoria para protestar contra o corte do benefício Bolsa atleta e contra a sinalização de aumento na mensalidade em 8,9% a partir do próximo semestre. Pela manhã, 15 estudantes, dos cursos de educação física e de fisioterapia, conseguiram entrar na sala, enquanto 40 se manifestavam do lado de fora. Segundo os alunos,  a eliminação de 420 bolsas e o reajuste no valor pago por mês à instituição foram justificados pela reitoria da UCB sob o argumento de corte de gastos. A assessoria de imprensa da universidade, no entanto, não confirma a informação.

Durante a tarde, as portas da sala ocupada pelos alunos teriam sido trancadas e apenas três janelas estavam abertas. Não era possível sair. A assessoria da instituição esclareceu que os funcionários lacraram as portas dos espaços e da saída do prédio para evitar que outros manifestantes entrassem, no entanto, negou o fato de alunos terem sido impedidos de deixar o local. “Ninguém podia ir ao banheiro, beber água ou comer”, contou Jailson Carlos Cardoso de Oliveira, um dos representantes do grupo.

Ainda segundo os estudantes, a ocupação teve início por volta das 10h, depois de uma tentativa de os alunos de se reunirem com o reitor, Cícero Ivan Ferreira Gontijo, para discutir a pauta. No entanto, seguranças da universidade teriam impedido a entrada deles no local. Nesse momento, alguns estudantes teriam corrido para o prédio da Reitoria, e, mesmo com os esforços dos funcionários em impedir o acesso dos jovens, 15 alunos entraram no local. Enquanto ocupavam o espaço, eles receberam a visita de duas pessoas enviadas pela direção, a quem entregaram uma carta com itens de reivindicação.

E-mail

 
“Começamos a protestar contra essa situação desde a última sexta-feira”, contou a estudante de educação física e praticante de atletismo Mariana Ribeiro da Silva, 19 anos, que lamenta o corte do benefício. “Eles mandaram um e-mail com cinco linhas, na véspera de um feriado, comunicando sobre a determinação, mas não aceitamos a justificativa deles”, emendou a estudante de fisioterapia Daniela Gomes, 19. Ela alega que os representantes da UCB esperaram os resultados de competições esportivas para só então dar a notícia.

A estudante de educação física e jogadora de futebol feminino Roselene Pereira do Nascimento, 26 anos, recebia 60% de desconto, mas afirma já ter recebido mais. “Antes, eram 80%, mas o desconto foi cortado. Conquistamos o bicampeonato da Liga do Desporto Universitário e disputamos partida em Porto Seguro. Também somos hexacampeãs dos Jogos Universitários do DF. O que está acontecendo não é justo”, ponderou. Assim como ela, Gutemberg Brito Ribeiro, 26 anos, foi campeão dos Jogos Universitário do Distrito Federal na modalidade futebol masculino. “Mesmo não participando da ocupação diretamente, estou apoiando os colegas. Vou passar lá para deixar comida e água para eles”, revelou na tarde de ontem.
Tags:

publicidade

publicidade