Audiência vai discutir impactos da criação da Universidade Federal na Bahia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/12/2012 16:02 / atualizado em 10/12/2012 16:50

Agência Câmara

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio realiza, na terça-feira (11), audiência pública para discutir os impactos nos setores produtivos e econômicos da região do Oeste da Bahia com a criação da Universidade Federal do Oeste da Bahia, prevista no Projeto de Lei 2204/11, do Executivo.

De acordo com o deputado Afonso Florence (PT-BA), que solicitou a realização da reunião, a Microrregião de Barreiras possui área de 52.778.771 Km2, com população estimada de 286.246 habitantes, congrega 7 (sete) municípios, integrando a mesorregião do Extremo Oeste Baiano. Barreiras, escolhida para sede da UFOBA, junto as suas cidades circunvizinhas compõe a maior região agrícola do nordeste.

“O programa de expansão e reestruturação da rede de ensino superior e a ampliação do investimento em ciência e tecnologia, quando associado a um modelo de desenvolvimento econômico que busca agregar valor a produção primária permitirá a região uma ampliação do mercado de trabalho, um aumento significativo da renda média e conquentemente o desenvolvimento social da região”, defendeu o parlamentar.

Foram convidados: vice-reitor da Universidade Federal da Bahia, professor Luís Rogério Bastos Leal; diretor do Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal da Bahia, professor Jacques Antonio de Miranda; do Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal da Bahia, professor Poty Rodrigues de Lucena.

A reunião será a partir das 15 horas, no Campus da Prainha da Universidade Federal da Bahia, em Barreiras (BA).

Íntegra da proposta:

Tags: