SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação

Dificuldade maior nas cotas

Em cursos como medicina, nutrição e enfermagem, a concorrência no Programa de Avaliação Seriada pelo sistema de reserva de vagas chega a ser igual ou até mesmo superior à da disputa universal na Universidade de Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/12/2012 08:00 / atualizado em 13/12/2012 12:23

Manoela Alcântara

Monique Renne
No primeiro ano em que o Programa de Avaliação Seriada (PAS) terá um sistema de cotas, a demanda de candidato por vaga na Universidade de Brasília (UnB) mostra que a concorrência ainda é equivalente em alguns cursos e, em outros, chega a ser maior nas reservas. A área mais disputada para a seleção deste domingo é a de medicina, com 27,93 inscritos por oportunidade. Nas cotas, para quem cursou todo o ensino médio em escola pública, tem renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e se autodeclara preto, pardo ou indígena (PPI), a disputa por uma cadeira será entre 13 candidatos. Já os que não se enquadram no quesito de baixa renda tem concorrência equivalente ao sistema universal, de 27 alunos por vaga.

O curso de nutrição, 6º colocado na lista dos mais concorridos, no entanto, tem uma média de 13,14 estudantes para o sistema comum e de 35 para as cotas. É o mais disputado entre os cotistas (veja quadro). Na área de enfermagem, quem deseja ingressar pelas reservas enfrentará o dobro dos candidatos. São 9,18 pela sistema universal e 18,5 para os cotistas. No primeiro ano de implementação da Lei Federal nº 12.711, a UnB reservou 12,5% das vagas para o novo sistema. Com o arredondamento exigido pela legislação, são 14,5% no total.

Em quatro anos, no entanto, esse percentual crescerá para 50% das oportunidades destinadas aos estudantes de escolas públicas. “Não há como estimar o que vai valer mais a pena. Esse é o primeiro ano de implementação. O que vai mudar a concorrência é a opção dos estudantes da escola pública”, ressaltou o diretor-técnico de graduação da UnB, Sérgio Andrade de Freitas. A nota de corte da prova pode fazer a diferença. A dificuldade de aprovação vai depender do nível dos candidatos que disputarem uma vaga pelos dois sistemas.

Até 2016, os concorrentes do PAS e do vestibular universal que optarem pelas reservas poderão pleitear também as oportunidades tradicionais. “Está previsto na lei, mas isso depende de quantas vagas vão sobrar. A migração das vagas de um sistema para o outro segue alguns critérios de prioridade”, explicou o diretor-técnico.

Candidata ao curso de medicina, Mariana Carvalho, 18 anos, acredita que a aplicação da nova lei dificultou um pouco para os concorrentes oriundos da rede privada. Mesmo assim, ela ainda ressalta que o PAS é uma chance única. “Me dedico às provas desde o 1º ano do ensino médio. As vagas diminuíram, minha nota tem que ser alta, mas não vou desistir”, disse a aluna do Sigma da Asa Norte.

Para conquistar o que almeja, Mariana estudou seis horas por dia, além do tempo que passou em sala de aula. Na reta final, no entanto, acredita que o diferencial será a calma. “Para medicina, todos os candidatos estão bem preparados. Minha estratégia será manter a tranquilidade e fazer o que sei”, disse. Como o teste é no próximo domingo, ela já está com os documentos todos preparados para não ter qualquer surpresa que a desconcentre.

Concorrência
O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) divulgou ontem a quantidade de inscritos para a prova. Ao todo, são 11.792 estudantes cadastrados para disputar 2.092 vagas para o primeiro semestre letivo de 2013, em 96 cursos. Do total, 305 oportunidades são reservadas ao sistema de cotas e 1.787 ao sistema universal. Entre os mais disputados estão medicina, engenharia civil, direito diurno, arquitetura e urbanismo, e psicologia.

Os cursos com a menor relação de candidato por vaga são letras tradução francês; educação artística e artes cênicas licenciatura. Nesses casos, a disputa por uma vaga chega a ser de menos de um concorrente e menor ainda para os cotistas.

A prova da 3ª etapa do PAS será aplicada neste domingo, às 13h. Na ocasião, os estudantes responderão questões objetivas e produzirão uma redação com, no máximo, 30 linhas. Os locais onde o teste será aplicado estão disponíveis no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/pas. A consulta é individual e só pode ser feita pelo próprio candidato a partir dos dados solicitados pela organizadora. O ideal é visitar a instituição em que o exame será aplicado para não haver surpresas. A organizadora aconselha ainda que o concorrente chegue ao local com uma hora de antecedência.

Metade das chances

A Lei Federal nº 12.711 prevê a reserva de 50% das vagas em instituições federais de ensino para estudantes oriundos de escolas públicas, pretos, pardos, indígenas e de baixa renda em quatro anos. A aplicação é imediata e vale para as próximas seleções, que darão acesso à universidade em 2013. Neste primeiro ano, o percentual mínimo a ser adotado é de 12,5%. Do total de vagas, metade será reservada aos candidatos oriundos de famílias com renda per capita inferior ou igual a 1,5 salário mínimo.


Os 15 mais concorridos do PAS

Colocação    Curso    Candidato por vaga no sistema universal    Candidato por vaga nas cotas para alunos de escolas públicas com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo PPI    Candidato por vaga nas cotas para alunos de escolas públicas com renda superior a 1,5 salário mínimo PPI

1º Medicina — diurno    27,93    13    27
2º Engenharia civil — diurno    18,6    10,50    26        
3º Direito diurno 15,62    15,50    13    
4º Arquitetura e Urbanismo diurno    15,62    7,50    14
5º Psicologia     13,57    19,50    14,50
6º Nutrição — diurno    13,14    35    28
7º Odontologia diurno 12,23    10    24
8º Comunicação Social 11,93    18    10,50
9º Desenho Industrial     10,63    0    8    
10º Ciência da computação    10,18    11,5    17
11º Medicina veterinária — diurno    9,82    8,50    15
12º Enfermagem diurno    9,18    18,50    19
13ºCiências biológicas diurno        8,47    12,50    9
14º Relações Internacionais— diurno    8    11,50    5,50        
15º Letras inglês diurno    7,44    3    4

Os 15 menos concorridos do PAS


1º Letras — Tradução Francês diurno    0,14    0    2
2º Educação artística — Música licenciatura diurno    0,29    0    0
3º Artes cênicas licenciatura — noturno    0,36    1    0
4º Música licenciatura — noturno    0,73    1    2
5º Ciências ambientais — noturno    0,76    2    1
6º Filosofia licenciatura — noturno    0,76    0,5    00
7º Letras português do Brasil como segunda língua licenciatura — diurno    0,77    4    2
8º Letras tradução espanhol — noturno    0,77    2    3
9º Ciências naturais licenciatura — noturno    0,82    6    2
10º Museologia — Diurno    0,86    2    2
11º Letras francês bacharelado licenciatura     0,91    2    3
12º Gestão do agronegócio — noturno    0,94    0    2
13º Ciências farmacêuticas — noturno    1    3    3
14º Letras japonês licenciatura — noturno    1,08    1    3
15º Gestão de agronegócio — diurno    1,14    3    3
Tags:

publicidade

publicidade