SIGA O
Correio Braziliense

Universitários de baixa renda terão auxílio do MEC de R$ 400

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/01/2013 19:23 / atualizado em 08/01/2013 20:05

Os alunos de baixa renda que foram aprovados em vestibulares por meio do sistema de cotas sociais vão receber uma bolsa para auxiliar os gastos com o curso. O anúncio, feito em novembro de 2012 pelo Ministério da Educação (MEC), foi reforçado pelo ministro, Aloizio Mercadante, em coletiva de imprensa nesta terça-feira (8/01). O valor da bolsa foi estipulado como o equivalente ao da bolsa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), que atualmente é de R$ 400 mensais. Segundo Mercadante, a bolsa vai ser oferecida aos alunos de renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que forem matriculados em cursos com mais de cinco horas de jornada por dia. "Eles vão ter direito garantido assim que entrarem na universidade durante todo o curso", afirmou o ministro. Quando foi lançado, Mercadante explicou que o projeto se baseava no programa Bolsa Família, e visa ampliar o acesso de jovens carentes à universidade. A medida depende da aprovação do Orçamento de 2013, que deve ser votado em fevereiro no Congresso Nacional. A Lei de Cotas Sociais de agosto de 2012 reserva 50% das vagas para alunos oriundos de escolas públicas. O projeto foi incluído no Orçamento de 2013, apresentado ao fim de 2012 ao Congresso Nacional. O plano de gastos do governo federal deve ser votado no início de fevereiro. Segundo o MEC, espera-se que o benefício esteja disponível para o estudante no começo do ano letivo de 2013.
Tags: