SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Senadores criticam violência de policiais contra universitários em MT

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/03/2013 16:28

Agência Senado

Em nome da liderança do PDT, o senador Pedro Taques (PDT-MT) lamentou nesta quinta-feira (7), a agressão e a prisão, pela Polícia Militar, de universitários que participavam de manifestação em frente ao campus da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, na tarde desta quarta-feira (6). Os estudantes protestavam contra o corte de vagas na moradia estudantil. Segundo Taques, os policiais violaram o direito constitucional do cidadão de se manifestar.

– Eles estavam ali se manifestando constitucionalmente. Se houve, porventura, excesso por parte de alguns estudantes, não cabia àqueles homens da Polícia Militar espancar e atirar com balas de borracha – disse o parlamentar.

Durante a ação, relatou o senador, os policiais também detiveram advogados que acompanhavam os universitários e atrapalharam o trabalho de jornalistas.

– Parte da Polícia Militar espancou estudantes, ameaçou jornalistas e prendeu advogados e isso não pode.  Advogados que foram ali para preservar o direito constitucional daquele cidadãos – assinalou o senador.

Apesar de criticar a ação, Pedro Taques ressalvou que a força policial do estado é formada em sua maioria por homens e mulheres de bem. Segundo ele, seria injusto generalizar a critica a toda a Polícia Militar do Mato Grosso.

– Eu seria o último a subir a esta tribuna para falar mal, para falar contra a centenária Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, mas eu não tenho o compromisso com o erro. Quem errou deve ser responsabilizado. E o governador de Mato Grosso deve dar uma resposta à sociedade a respeito desses lamentáveis fatos – disse.

 

 

Tags:

publicidade

publicidade