SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

NANOTECNOLOGIA

Lançado edital para pesquisa em laboratório internacional

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/03/2013 18:55 / atualizado em 20/03/2013 18:57

O embaixador de Portugal, Francisco Ribeiro Telles; o ministro de Educação e Ciência de Portugal, Nuno Crato; o ministro de Ciência, Tecnologia e Informação, Marco Antonio Raupp, e o ministro interino, Henrique Paim, durante cerimônia realizada na Capes (Foto: Letícia Verdi/MEC)A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) assinou na tarde desta quarta-feira, 20, edital para recebimento de propostas para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica na área de nanotecnologia, no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), com sede em Braga, Portugal. O documento foi assinado em Brasília, durante evento que contou com a presença dos ministros da Educação em exercício, Henrique Paim; da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp; do embaixador de Portugal, Francisco Ribeiro Telles, e do ministro da Educação e Ciência de Portugal, Nuno Crato. Podem enviar as propostas instituições de ensino superior públicas e privadas que possuam programas de pós-graduação stricto sensu recomendados pela Capes, com áreas de concentração ou linhas de pesquisa em nanotecnologia. Também podem ser proponentes instituições de pesquisa e centros de excelência, pesquisa e desenvolvimento que apresentem projeto em áreas, sub-áreas e temas relacionados a nanotecnologia. As áreas prioritárias para as propostas são nanodispositivos, nanoeletrônica, nanocatalisadores, nanocompósitos, nanofármacos e nanopartículas aplicadas à nanomedicina, controle ambiental e monitoramento de qualidade de água e alimentos. O presidente da Capes, Jorge Guimarães, explicou que o INL é um relevante instituto no desenvolvimento, capacitação e pesquisa em nanotecnologia. “O edital busca explorar a cooperação com o INL, que tem uma infraestrutura qualificada para a área, como ainda não temos no Brasil”, afirmou. O edital segue para publicação no Diário Oficial da União. Os presentes ao evento também puderam ouvir palestra do ministro de Educação e Ciência português, Nuno Crato, sobre as políticas públicas para educação vigentes em Portugal. Entre as iniciativas apresentadas estão ações voltadas à melhoria da qualidade da educação básica e ao fortalecimento da educação profissional. Segundo o ministro da Educação em exercício, Henrique Paim, os acordos e a palestra do ministro Nuno Crato estreitam os laços entre Brasil e Portugal. “A integração efetiva com Portugal é um apoio importante, tanto no programa Ciência sem Fronteiras e em outras ações conjuntas entre os países”, disse Paim. Diploma – Durante a cerimônia também foi assinado um memorando de entendimento entre a Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (Crup) para acelerar o reconhecimento, revalidação e equivalência dos graus e títulos acadêmicos emitidos por instituições dos dois países. Entre os objetivos do memorando estão o estabelecimento de princípios para a agilização dos processos e a formalização de acordos bilaterais entre as instituições envolvidas.  Os representantes das instituições realizarão no dia 25 de abril uma reunião de trabalho sobre o tema. Engenharia e arquitetura são as primeiras áreas contempladas. Participam do acordo 12 universidades brasileiras e 16 portuguesas. Assessoria de Comunicação Social Ouça o presidente da Capes, Jorge Guimarães
 
 

publicidade

publicidade