SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Diz AMB

Importante é saber o que o aluno absorveu em conteúdo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/05/2013 13:20 / atualizado em 17/05/2013 17:24

Agência Câmara

O tesoureiro da Associação Médica Brasileira (AMB), José Luiz Bonamigo Filho, reforçou a necessidade de uma avaliação sobre a qualidade dos conhecimentos dos recém-formados em Medicina nas escolas brasileiras e daqueles que obtêm o diploma no exterior. “Um exame ao fim do curso é suficiente, mesmo sem prova prática. O que é bom e possível é entender o quanto o aluno foi capaz de absorver (do conteúdo) do ponto de vista cognitivo”, afirmou Bonamigo em audiência pública sobre o PL 650/07, que exige a aprovação em exame feito pelos conselhos regionais de Medicina como requisito para a concessão de registro profissional.

Ele acredita que o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), do Ministério da Educação (MEC), não tem tido consequências na melhora dos cursos de Medicina, uma vez que não há fechamento de cursos ou redução de vagas. “O Conselho Nacional de Educação e o MEC têm se posicionado de maneira neutra ou negativa em relação a fechar cursos e a reduzir vagas. Essas medidas ajudariam a aperfeiçoar a formação”, avaliou Bonamigo.

Anteriormente, a diretora de Avaliação da Educação Superior do MEC, Cláudia Maffini Griboski, havia dito que o Ministério está estudando a implementação de uma prova de progresso, que avaliaria os alunos ainda no decorrer do curso, sem a necessidade de uma prova final.

Também na opinião do deputado Eleuses Paiva (PSD-SP), que é médico, mais importante do que realizar provas progresso, é o Brasil contar com uma avaliação clara, “para saber se o aluno está apto ou não”. Já o deputado Roberto Santiago (PSD-SP), que sugeriu o debate, acredita que os estudantes reprovados devem retornar à sala de aula. “Ninguém vai colocar um aluno reprovado para atender alguém”, afirmou.

A reunião foi encerrada.

Tags:

publicidade

publicidade