SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Diz Cremesp

Prova-AMB impediria entrada de profissionais despreparados no mercado

Audiência pública debate necessidade de obrigatoriedade de aprovação em exame para médicos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/05/2013 13:24 / atualizado em 17/05/2013 17:31

Agência Câmara

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Renato Azevedo Júnior, defendeu há pouco a participação obrigatória de alunos de Medicina em exames que avaliem seus conhecimentos, habilidades e atitudes médicas. Em audiência pública sobre o PL 650/07, que exige a aprovação em exame feito pelos conselhos regionais de Medicina como requisito para a concessão de registro profissional, Azevedo explicou que a prova impediria a entrada no mercado de profissionais despreparados que coloquem em risco a saúde da população.

Em 2012, o Cremesp tornou obrigatória a participação dos formandos em Medicina no exame, que já era ofertado desde 2005 em caráter voluntário. Cerca de 54% dos participantes foram reprovados. “Na área de clínica médica, metade das questões não foram respondidas corretamente ao longo dos anos. Temos convicção de que quem não acerta 60% da prova tem graves problemas na sua formação”, observou Azevedo Júnior.

A audiência ocorre na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, a pedido do deputado Roberto Santiago (PSD-SP), que é relator do PL no colegiado.

A reunião está acontecendo no plenário 12.

Tags:

publicidade

publicidade