SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Comissão debate contratação de médicos estrangeiros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/06/2013 12:14

A Comissão de Educação realiza audiência pública nesta terça-feira (11) para discutir a possível contratação de médicos estrangeiros para atuar no Brasil mesmo sem terem prestado o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Universidades Estrangeiras. O debate será às 14h30, no Plenário 10. Associações médicas brasileiras se colocaram contra a possível medida.

A medida foi anunciada pelo Ministério da Saúde no início do ano. Na época, o ministério alegou que os profissionais formados no Brasil deixam grandes lacunas em instituições localizadas no interior e em regiões mais pobres, que não contam com infraestrutura de ponta e que não teriam salários considerados atrativos por eles.

Um dos deputados que apresentaram requerimentos para a realização do debate, Celso Jacob (PMDB-RJ), entende que não se pode deixar de levar em conta o lado dos profissionais brasileiros “que lutam ao longo de todo o curso para ter seu diploma” e atuar onde quiserem . “O ministério talvez tenha dados que a maioria da população de estudantes de Medicina não tenha, tanto que a contrariedade desses estudantes frente à possibilidade de ver seus futuros empregos sendo ocupados por estrangeiros é gigantesca”, afirma Jacob.

Na opinião do deputado, outro aspecto importante a ser considerado na discussão é a grade curricular que esses profissionais que viriam trabalhar no Brasil cumpriram em seus países, “suas realidades e o embasamento de sua formação”. Ele afirma que esses aspectos trazem “preocupação a esta comissão, que tanto tem lutado para que o ensino superior do Brasil seja aprimorado a cada dia, não podendo apenas cruzar os braços e ver seus estudantes de Medicina serem usurpados no direito do exercício de seu aprendizado”.

Convidados Foram convidados para o debate o presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto Luiz D'Ávila; o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Geraldo Ferreira Filho; e o presidente da Associação Médica Brasileira, Florentino Cardoso.

Também foram convidados para a audiência os seguintes representantes das seguintes instituições:

  • Vinícius Veloso Paulino, do Centro Acadêmico da Escola Superior de Ciências da Saúde;
  • Felipe Rodrigues Bezerra, do Centro Acadêmico da Universidade Católica de Brasília;
  • Elza Ferreira Noronha, professora da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB);
  • Danilo Aquino Amorim, discente da Faculdade de Medicina da UnB;
  • Karlos Jennysson Soares, do Centro Acadêmico da Faculdade de Medicina do Planalto Central;
  • Jorge Rodrigo Araújo Messias, da secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação;
  • e Mozart Sales Trabalho, do Ministério da Saúde.
Tags:

publicidade

publicidade