SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação superior

Reitores pro tempore assumem quatro novas universidades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/07/2013 09:57 / atualizado em 18/07/2013 10:06

As quatro novas universidades federais criadas este ano – do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), do Cariri (UFCA), no Ceará, do Sul da Bahia (Ufesba) e Oeste da Bahia (Ufob) – já têm seus primeiros dirigentes. Na tarde desta quarta-feira, 17, o ministro empossou os quatros reitores pro tempore para as instituições.

Mercadante ressaltou a importância da educação de nível superior para a redução das desigualdades regionais. Segundo o ministro, as novas universidades federais são mais um passo para a expansão e a interiorização da educação superior. “Não há melhor instrumento para que o Nordeste e a Amazônia reduzam a desigualdade regional do que investir em educação, ciência, tecnologia e inovação. A universidade é a ponta desse processo para atrair investimentos e capacitar mão de obra”, afirmou.

Unifesspa – A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) terá sede em Marabá e câmpus em Rondon do Pará, Santana do Araguaia, São Felix do Xingu, Xinguara. Serão 47 cursos de graduação, tendo como meta atender 12.830 estudantes nos cursos na graduação e na pós-graduação.

Quem assume a Unifesspa é Maurílio de Abreu Monteiro, formado em história, com doutorado em desenvolvimento sustentável do trópico úmido, pela Universidade Federal do Pará (UFPA). O novo reitor já foi Secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (SEDECT), do Estado do Pará e atua como professor e pesquisador no programa de pós-graduação em desenvolvimento sustentável do trópico úmido do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) da UFPA.

UFCA – Com 27 cursos de graduação, a Universidade Federal do Cariri (UFCA) atenderá até 6.490 estudantes. Criada a partir do desmembramento dos câmpus Juazeiro do Norte, onde está sua sede, Barbalha e Crato da Universidade Federal do Ceará (UFC), a UFCA terá os novos câmpus Icó e Brejo Santo.
A reitora pro tempore da UFCA, Suely Salgueiro Chacon, é graduada em ciências econômicas pela UFC e tem mestrado em economia rural pela mesma instituição e doutorado em desenvolvimento sustentável pela Universidade de Brasília (UnB). Foi professora e pesquisadora no câmpus do Cariri entre 2008 a 2013, onde exerceu o cargo de vice-diretora do câmpus. Também exerceu o cargo de presidente do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE) e de conselheira federal pelo Ceará no Conselho Federal de Economia. 

Ufesba – A Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba) terá sua sede na cidade de Itabuna e câmpus nos municípios de Porto Seguro e Teixeira de Freitas. A universidade contará com 36 novos cursos e deverá ter 11.110 estudantes.

A Ufesba será dirigida por Naomar Monteiro de Almeida Filho. Professor titular de epidemiologia no Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA), o reitor é médico com mestrado em saúde comunitária e tem Ph.D. em epidemiologia. Também foi reitor da UFBA.

Ufob – Criada a partir do desmembramento do câmpus de Barreiras da UFBA, a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) terá 35 cursos de graduação com até 7.930 estudantes nos cursos de graduação e pós-graduação. Com sede em Barreiras, a Ufob terá câmpus nos municípios de Barra, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vitória e Luiz Eduardo Magalhães.

A nova reitora, Iracema Santos Veloso, é graduada em nutrição, especialista em metodologia do ensino superior, mestre e doutora em saúde pública pela UFBA. Foi chefe de departamento, coordenadora de curso de especialização, professora e diretora da Escola de Nutrição da UFBA, onde ocupava a pró-reitoria de planejamento e orçamento. 

Tags:

publicidade

publicidade