SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Exame para revalidar diploma registra 1.851 inscritos no ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/07/2013 16:11

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recebeu 1.851 inscrições para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida) de 2013. Esse número representa um salto de 109% em relação ao número de participantes da edição do ano anterior, quando 884 pessoas fizeram o exame.

A confirmação da participação ocorre mediante o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 100.  O Inep ainda aguarda confirmação do Banco do Brasil (trâmite bancário) para confirmar o total de inscritos que farão o exame.

O Revalida, que será realizado em 25 de agosto próximo, é feito por médicos estrangeiros interessados em trabalhar no Brasil e por brasileiros que tenham obtido o diploma no exterior. Para esta edição, o exame tem a adesão de 37 universidades públicas.

O presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa, afirma que o exame permite aos aprovados exercerem a medicina de forma plena no Brasil. “Os aprovados no exame podem exercer a medicina, em nosso país, da mesma forma que os médicos formados aqui, ou seja, sem qualquer restrição quanto a localidade, tempo de exercício da profissão ou acompanhamento de instituições de ensino superior”, explica.

Localidades
A primeira etapa do Revalida será realizada em Brasília, Rio Branco, Manaus, Salvador, Fortaleza, Campo Grande, Curitiba, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo. A segunda deve ser realizada obrigatoriamente em Brasília.

A primeira fase é composta de 110 questões de múltipla escolha e por cinco discursivas. Na segunda etapa serão avaliadas as habilidades clínicas — os participantes simulam situações reais de atendimento médico.

Revalidação
O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras foi criado em 2011 como uma alternativa para os processos de revalidação de diplomas realizados individualmente. O Revalida respeita a autonomia das universidades. As instituições públicas de ensino superior que oferecem o curso de medicina e não aderiram ao Revalida também podem revalidar os diplomas.

O exame é orientado pela Matriz de Correspondência Curricular para Fins de Revalidação de Diplomas de Médico Expedidos por Universidades Estrangeiras. Na matriz foram definidos os conteúdos e as competências e habilidades das cinco grandes áreas de exercício profissional: cirurgia, medicina de família e comunidade, pediatria, ginecologia-obstetrícia e clínica médica.
Tags:

publicidade

publicidade