SIGA O
Correio Braziliense

Vanessa Grazziotin apresenta emendas à MP do Programa Mais Médicos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2013 16:13

Agência Senado

Em discurso nesta segunda-feira (5), a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) informou que a medida provisória que institui o Programa Mais Médicos (MP 621/2013) já recebeu mais de 500 emendas desde que foi publicada no início de julho, o que demonstra que a matéria é “extremamente polêmica”.

Um dos principais problemas na área de saúde no Brasil é a má distribuição de médicos pelo país, disse a senadora. Ela acredita que a MP poderá ajudar a minimizar essa má distribuição. A senadora informou que 70% dos médicos no Brasil concentram-se nas capitais e grandes cidades do país e em suas regiões metropolitanas. E apenas metade dos médicos atua no Sistema Único de Saúde (SUS), acrescentou.

- As entidades médicas afirmam que o problema do Brasil não é a falta de médicos; o problema do Brasil é a má distribuição desses médicos do ponto de vista geográfico – disse.

Vanessa Grazziotin informou que já apresentou duas emendas à MP. A primeira estabelece que os médicos que se prontificarem a trabalhar na região amazônica receberão salário um pouco maior. A segunda emenda da senadora estabelece que os dois anos adicionais na formação médica contariam automaticamente como parte integrante da residência médica.

- É exatamente nesse item que o governo federal, o Ministério da Saúde, o Ministério da Educação, com uma comissão de reitores estão debatendo. A possibilidade de que esses dois anos sejam parte obrigatória da residência médica, ou seja, do estudo da especialidade do profissional médico, é muito forte. Considero que é isso que tem que ser feito agora, não tenho dúvida nenhuma – afirmou.
Tags: