SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Entidades fazem ato público contra Mais Médicos nesta quinta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/08/2013 16:51 / atualizado em 07/08/2013 18:21

Agência Câmara

Agencia Camara
Cinco entidades médicas nacionais se reunirão com deputados e senadores, nesta quinta-feira (8), para discutir os vetos da presidente Dilma à Lei do Ato Médico (12.842/13), a Medida Provisória (MP 621/13) que cria o programa Mais Médicos e a atual crise na saúde.

Representantes da Associação Médica Brasileira (AMB), da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e da Federação Brasileira de Academias de Medicina (FBAM) participarão de uma marcha que incluirá um ato público, às 13 horas, no auditório Nereu Ramos (na Câmara), e uma manifestação, às 16h30, em local a ser definido ao redor do Congresso Nacional. As entidades são contra os vetos e a MP 621/13.

Polêmicas
Entre os artigos vetados pelo Executivo na Lei do Ato Médico, está a exclusividade dos médicos na formulação do diagnóstico de doenças e também na indicação de órteses e próteses, inclusive oftalmológicas, o que já gerou protestos no País.

Já a comissão mista que vai analisar a MP 621/13 está prevista para ser instalada na tarde desta quarta-feira (7). A finalidade do programa Mais Médicos é formar recursos humanos na área médica para o Sistema Único de Saúde (SUS). Entre outros pontos, a MP estabelece novos parâmetros para a formação médica no Brasil e prevê oferta de bolsas para curso de especialização de três anos em atenção básica de saúde, inclusive para médicos estrangeiros, em regiões prioritárias do SUS. A medida, porém, tem gerado polêmicas desde a sua edição.

Agenda

9h30 – concentração no auditório Nereu Ramos e visita das delegações estaduais aos gabinetes dos parlamentares dos respectivos estados

13 horas – ato público no mesmo local, com a presença de deputados e senadores

16h30 – manifestação pública em volta do Congresso Nacional

publicidade

publicidade