SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Campus de Varginha da Federal de Alfenas ganha quatro novos prédios

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/08/2013 19:51 / atualizado em 07/08/2013 19:58

A presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, inauguraram nesta quarta-feira (7) as novas instalações do campus de Varginha (MG) da Universidade Federal de Alfenas (Unifal). São quatro prédios com salas de aula, laboratórios, biblioteca e auditório, numa área total de 8.078 m².

“Se o aumento do acesso à educação é realidade, a assistência estudantil é elemento fundamental para garantir que pessoas com diferentes origens tenham a mesma oportunidade”, afirmou a presidenta. Segundo ela, um dos fatores de desigualdade está no acesso diferenciado.

A presidenta Dilma também reforçou a necessidade da destinação dos recursos do petróleo para a educação. “Teremos 100% dos royalties de exploração do pré-sal, cujos recursos podem garantir um salto de qualidade. A única riqueza que não acaba é aquela que carregamos com a gente, que é a educação", ressaltou. O ministro Aloizio Mercadante acrescentou que os recursos do petróleo são fontes reais e possíveis para impulsionar as políticas públicas em educação.

Mercadante pontuou as ações que garantem o acesso ao ensino. Além da expansão das universidades federais e da política de cotas, ele lembrou que os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) já estão chegando a 1 milhão, os bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni) já são 1,2 milhão e 7,2 milhões de estudantes se inscreveram no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) este ano.

 

No Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), 4 milhões de matrículas foram efetivadas. O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), que abriu na terça-feira, 6, já tem 100 mil inscritos. O Ciência sem Fronteiras conta com 42 mil estudantes participantes. “Isso mostra que o país está fazendo grande esforço para acolher a demanda”, disse.

O câmpus de Varginha oferece desde 2009 o curso de bacharelado interdisciplinar em ciência e economia, com 330 vagas anuais. Nele, após três anos, o estudante tem a opção de acesso à modalidade específica de formação em administração pública, ciências atuariais ou ciências econômicas. A unidade tem 1,1 mil estudantes matriculados e conta com 52 professores, sendo 17 doutores, 13 doutorandos e 22 mestres, além de 20 técnicos administrativos.

Unifal
A Universidade Federal de Alfenas, criada em 2005, se originou da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, fundada em 1914. Além da sede em Alfenas e do campus de Varginha, a instituição também tem unidade em Poços de Caldas, também em Minas Gerais.

Desde 2006, o MEC investiu na universidade R$ 66,3 milhões, por meio do Programa de Reestruturação e Expansão das Instituições Federais de Ensino Superior (Reuni). Pelo Reuni foram criados 19 novos cursos e 965 novas vagas na Unifal, o que possibilitou a matrícula de 3,4 mil estudantes de 2006 a 2012, totalizando cerca de 6 mil alunos atualmente, em toda a instituição. Foram abertas ainda 553 vagas por meio de concurso para docentes e técnicos administrativos.

A Unifal terá um curso de medicina na sede em Alfenas a partir de 2014, com a oferta inicial de 60 vagas de ingresso. De acordo com o reitor Paulo Márcio de Faria e Silva, a criação do curso consolidará a área da saúde na instituição, que já tem cursos de enfermagem, farmácia e odontologia. A instituição também oferta programa de residência multiprofissional em saúde, o que permitiu sua pré-adesão ao programa Mais Médicos.

Tags:

publicidade

publicidade