SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Primeiro dia de aula movimenta campus Darcy Ribeiro

Após três semanas de recesso, alunos e professores retomam atividades. Ao todo são mais de 40 mil pessoas que regressam para o segundo semestre letivo nos quatro campi da UnB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/08/2013 10:30 / atualizado em 20/08/2013 10:32

Como todo primeiro dia de aula, a manhã desta segunda-feira (19) foi de fluxo intenso nos corredores e salas de aula das 26 unidades acadêmicas instaladas no campus Darcy Ribeiro da UnB. Algumas secretarias de cursos, como a da Agronomia, tinham uma fila de estudantes à espera de atendimento. “Acho que é para falar com o coordenador”, diz um dos alunos que aguardavam na porta.

Entre eles estava Stefany Braz, aluna do terceiro semestre de Agronomia, entusiasmada para o início das aulas. “Férias muito longas são ruins, entram na rotina e cansam. No máximo três semanas e está bom”, diz Stefany, satisfeita com sua primeira aula. “Agora vai ser Fisiologia Vegetal. Estou animada”.

Ao contrário dela, Alan Mendes, estudante do quinto semestre de Física, achou que as férias poderiam ter sido maiores. “Eu acho que se tivesse rolado férias de verdade, voltaríamos mais animados. Eu ainda estou cansado do semestre passado”, disse. Alan estava ainda mais descontente por não ter havido aula. “Eu faço o curso no período noturno e só peguei uma matéria de manhã. Saí de casa cedo, e o professor não veio. Avisaram que tinha ido a um congresso”, conta. Segundo ele, não é comum que professores faltem no departamento. O docente Joaquim José Soares Neto, que se preparava para entrar em sala, reafirma a importância do primeiro contato com os alunos. “Primeiro dia é de muita alegria”, comenta.

O ambiente de descontração também tem trabalho pesado, como o do serralheiro Paulo Pereira, que há 18 anos sabe muito bem o que é a volta às aulas. Entre uma martelada e outra, ele acompanha a movimentação no campus. “Estou arrumando a grelha [gradil pra escoamento da água, localizado nas passagens entre os canteiros centrais do ICC] para não cair ninguém aqui dentro. Estava em falso”, diz ele.

 

Enquanto alguns retomam a antiga rotina, outros tentam se familiarizar com as novidades. É o caso da estudante de intercâmbio Maria Olabarrí, que chegou recentemente da Espanha para estudar na UnB. Aluna de jornalismo na Universidade de Navarra, ela tenta se acostumar ao seu novo ambiente de estudo. “Onde eu estudava era muito pequeno, aqui é muita gente. Ainda estou me localizando”, diz, perguntando em seguida onde fica o Instituto de História."Está vendo ali, uma placa verde? Lá tem os nomes dos institutos", explica a repórter fotográfica, Emília Silberstein.

Saiba você também como se localizar na UnB

 

UnB Agência

 

Tags:

publicidade

publicidade