Dilma assina o milionésimo contrato do Financiamento Estudantil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2013 17:52 / atualizado em 22/08/2013 17:57

A presidenta da República, Dilma Rousseff, participou nesta quinta-feira, 22, em São Paulo, da cerimônia que celebrou a assinatura de 1 milhão de contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O programa financia de 50% a 100% dos encargos educacionais do estudante, de acordo com sua renda familiar mensal bruta e do comprometimento dessa renda com os custos da mensalidade.

Para a presidenta Dilma Rousseff, o Fies representa para muitas pessoas a realização do sonho de fazer um curso superior. “As pessoas estão buscando e estão tendo a oportunidade de conseguir uma situação melhor no mercado de trabalho”, disse a presidenta.

De acordo com Mercadante, a expansão da oferta de vagas na educação superior é uma conquista para o país. “O Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] abriu as portas da universidade federal por meio do Sistema de Seleção Unificada, inclusive com as cotas”, disse. O Enem registrou em 2013 mais de 7 milhões de inscritos, enquanto são oferecidas 1,2 milhões de vagas no ensino superior. “O sistema precisa continuar se ampliando, precisamos de mais ProUni [Programa Universidade para Todos], mais Fies, mais verba para educação para atender essa demanda imensa”, concluiu.

Entre as principais mudanças realizadas no Fies, estabelecidas a partir de 2010, estão a redução dos juros para 3,4% ao ano, o aumento do prazo de carência para 18 meses, contados a partir da conclusão do curso, e a ampliação do prazo de quitação do financiamento, agora de três vezes o período financiado, acrescido de 12 meses. No caso de um curso com duração de quatro anos, por exemplo, após a carência, o aluno terá 13 anos para amortizar a dívida.

Podem requerer o financiamento estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação não gratuitos com boa conceituação no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), oferecidos por instituições de educação superior participantes do Fies.

Durante o período em que estiver cursando a faculdade e até o término da fase de carência do financiamento, o estudante pagará apenas prestações trimestrais de R$ 50,00. Professores e médicos que se formaram com o apoio do Fies poderão abater 1% da dívida por mês de trabalho.
Tags: