SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes de medicina da UnB entram em greve por melhorias no HUB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/09/2013 20:22 / atualizado em 02/09/2013 20:30

Estudantes de medicina da Universidade de Brasília (UnB) se reuniram em assembleia na Faculdade de Saúde na tarde desta segunda-feira (2/8) e decidiram entrar em greve. Eles pretendem paralisar todas as atividades acadêmicas até que sejam atendidas as reinvidicações com relação às condições precárias de trabalho no Hospital Universitário de Brasília (HUB).

De acordo com o estudante e coordenador do Centro Acadêmico de Medicina, Danilo Aquino Amorim, 20 anos, o hospital não tem capacidade de atender a população e, assim, prejudica as atividades práticas obrigatórios para os estudantes.

"O hospital está passando por uma crise de recursos humanos. Muitos funcionários se despediram e as vagas não foram preenchidas", explica o estudante.

Além de pedir mais profissionais para trabalhar no hospital, os estudantes também querem maior representatividade no conselho de medicina do hospital e melhorias nos aparelhos usados para atendimentos.


No último dia 21, alunos emédicos do HUB fizeram um protesto por melhorias nas condições de atendimento. A unidade de terapia intensiva (UTI) do hospital está fechada, assim como a UTI Neonatal.

Reforço
Foram reabertas até 12 de setembro as inscrições para o concurso público para o Hospital Universitário de Brasília (HUB). São 244 vagas para nível superior em 66 especialidades médicas, 713 para nível médio e superior na área assistencial e 145 vagas para agentes administrativos, além de formação de cadastro reserva para todos os cargos. A expectativa é de que a contratação dos profissionais permita que o hospital reative leitos que encontram-se desativados. 

Tags:

publicidade

publicidade