SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Brasília se candidata a sediar Universíade de 2019

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/09/2013 20:00

Agência Brasil

A capital federal poderá sediar mais um evento esportivo internacional, depois da Copa do Mundo de 2014. A Universíade, Jogos Mundiais Universitários de Verão de 2019, competição que reúne, a cada dois anos, cerca de 12 mil atletas universitários, entre 17 e 28 anos, de todo o mundo. A candidatura brasileira foi oficializada nesse sábado (14), na sede da Federação Internacional de Desporto Universitário (Fisu), em Bruxelas, com a entrega do dossiê da cidade pela delegação brasileira.

A proposta é que, além das 17 modalidades obrigatórias, a edição brasiliense inclua futebol de areia, futsal, triatlo, vela e vôlei de praia. Em 1963, a Universíade ocorreu em Porto Alegre e o Brasil é o único país da América Latina que já ocorreu os jogos, sendo um dos três países das Américas a sediar a competição, juntamente com os Estados Unidos e o Canadá. Brasília receberá também a Gymnasíade (Jogos Escolares Mundiais), de 27 de novembro a 4 de dezembro deste ano.

Nos Jogos Universitários Mundiais ocorridos em Kazan, na Rússia, em julho passado, o Brasil conquistou 11 medalhas, sendo quatro de ouro, três de prata e quatro de bronze. Ronald Julião, no atletismo (lançamento do disco), Arthur Zanetti, na ginástica artística (argolas), e as judocas Ketleyn Quadros e Rochele Nunes conquistaram as medalhas de ouro. No geral, A equipe brasileira terminou em segundo lugar entre os países americanos, atrás somente dos Estados Unidos.

A próxima edição da Universíade, em 2015, será na cidade de Gwangju, na Coreia do Sul e dois anos depois em Taipei, Taiwan. O dossiê da candidatura foi entregue à Fisu pelo secretário de Esporte do Distrito Federal, Júlio Ribeiro, pelo presidente da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral, e pelo diretor de Relações Internacionais da CBDU, Ricardo Moura, acompanhados secretário nacional de Esporte, Lazer e Inclusão Social, Ricardo Cappelli.
Tags:

publicidade

publicidade