SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Número de matrículas no ensino superior dobra em dez anos

Censo da Educação Superior mostra que o índice aumentou 4,4% entre 2011 e 2012

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/09/2013 17:48 / atualizado em 17/09/2013 18:09

Ana Paula Lisboa

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na tarde desta terça-feira (17), o Censo da Educação Superior de 2012. Segundo o levantamento, mais de 1 milhão de universitários se formaram no ano passado. O recenseamento revela ainda que, no ano de vigência da pesquisa, mais de 7 milhões de pessoas estavam matriculadas em cursos de educação superior, incluindo graduação e pós-graduação, em 31.866 cursos de 2.416 instituições diferentes. Desse total, mais de 5 milhões de alunos frequentavam instituições de ensino particulares.

Os números mostram também que o número de universitários dobrou em uma década, passando de 3,5 milhões para 7 milhões de alunos. Mais de 2,7 milhões de novas matrículas foram feitas apenas em 2012. Em comparação com 2011, houve um crescimento de 4,4% nas matrículas do ensino superior. Em um ano, a oferta de vagas cresceu 7% na rede pública e 3,5% entre as instituições privadas. Apesar disso, as instituições de ensino superior públicas ainda são minoria e totalizam 304, em comparação com 2.112 faculdades privadas.

"O setor privado é maior, mas foi o setor público que sustentou o crescimento", disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. "Temos 7,2 milhões na universidade e 7 milhões no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) querendo entrar. Apesar de toda a expansão no ensino superior, temos um número igual (aos que estão no ensino superior) batendo na porta, querendo entrar", completou.

Entre 2011 e 2012, os cursos presenciais tiveram aumento de matrículas de 3%, enquanto o aumento nas matrículas de cursos a distância foi de 12%. Os cursos a distância já contam com uma participação superior a 15% na matrícula de graduação. Apenas 8% das instituições de educação superior brasileiras são universidades, que detêm mais da metade dos alunos. As faculdades correspondem a 84% das instituições, mas concentram pouco menos de 29% dos alunos.

Uma das conclusões do Censo da Educação Superior de 2012 é que a educação superior está em expansão, mas o cruzamento dos dados com fatores como renda, raça, sexo e região do Brasil mostra que as políticas de inclusão, como as cotas, precisam ser mantidas e ampliadas para garantir oportunidades iguais para os brasileiros.
Tags:

publicidade

publicidade