SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Unicamp divulga comunicado sobre assassinato de estudante dentro do câmpus

Denis Papa Casagrande tinha 21 anos e morreu no último sábado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/09/2013 11:51

A reitoria da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou, nesta quarta-feira (25/9), comunicado sobre a morte do estudantes Denis Papa Casagrande, 21 anos, no câmpus da instituição. Na nota, a reitoria lamenta o trágico assassinato do jovem, descrito por amigos e familiares como ducado, gentil, alegre e inteligente.

O documento destaca ainda que o Conselho Universitário, órgão máximo de deliberação da Unicamp, recebeu os pais do jovem e reiterou a o propósito de oferecer apoio à família, acompanhar as investigações e apurar responsabilidades no âmbito interno.

O crime durante uma briga entre os participantes de uma festa no câmpus, na madrugada de sábado (21/9). A universidade esclareceu que a festa não era autorizada e que alguns carros avançaram sobre a barreira colocada pelos vigilantes da universidade. O estudante morrreu por volta das 4h. A instituiçãoinformou ainda que, em 2009, o Conselho Universitário aprovou deliberação determinando que a realização de festas no câmpus está sujeita a autorização prévia.

Leia a íntegra do comunicado:
"O trágico assassinato do estudante Denis Papa Casagrande, ocorrido na madrugada do dia 21, no campus da Unicamp, chocou toda a sociedade, em especial a comunidade universitária, que se encontra consternada e solidária à família. Professores, colegas e familiares o descrevem como um jovem educado, gentil, alegre e inteligente. Aqueles que partilhavam de sua companhia, no ambiente estudantil ou no contexto familiar, sabem que aquele jovem cheio de sonhos seria incapaz de uma atitude desrespeitosa ou agressiva.

Denis atuava como representante discente na Comissão de Graduação da Faculdade de Engenharia Mecânica, onde cursava o segundo ano de Engenharia de Automação. Também participava ativamente do Centro Acadêmico de Engenharia de Automação e da Associação Atlética Acadêmica de sua unidade de ensino. Bom aluno, excelente colega, orgulho dos pais. Era, portanto, um estudante interessado na vida acadêmica e fiel aos princípios éticos que constituíram sua formação familiar.

Denis também sonhava ser engenheiro. Aprovado nos vestibulares de duas outras importantes universidades públicas, escolheu a Unicamp para graduar-se, o que deveria ocorrer dentro de dois anos, caso sua trajetória não tivesse sido interrompida por um crime brutal. Por isso, esse é um momento de profunda dor e reflexão para toda a comunidade. É, também, o momento de acolher a família e prestar solidariedade.

Na terça-feira (24), o Conselho Universitário, órgão máximo de deliberação da Universidade, recebeu os pais do jovem Denis, em sua sala de reuniões, no prédio da Reitoria. A mãe do estudante externou sua dor abertamente para os conselheiros presentes, que ouviram de forma atenta e emocionada. Com esse gesto, a Unicamp reitera o firme propósito de oferecer apoio à família, acompanhar as investigações e apurar responsabilidades no âmbito interno, reafirmando o seu compromisso com uma sociedade menos violenta e mais solidária."
Tags:

publicidade

publicidade