SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Dilma pede desculpas a médico cubano hostilizado ao chegar ao Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2013 16:51 / atualizado em 22/10/2013 18:12

Roberto Stuckert Filho/PR
Ao sancionar nesta terça-feira (22), no Palácio do Planalto, a lei que institui o Mais Médicos, a presidenta Dilma Rousseff fez uma homenagem aos profissionais estrangeiros que integram o programa. Durante o discurso, a presidenta pediu desculpas, em nome do governo brasileiro, ao médico cubano Juan Delgado, que foi hostilizado ao desembarcar no aeroporto de Fortaleza em agosto deste ano. Dilma Rousseff também fez uma saudação especial aos médicos brasileiros, que segundo ela, “representam uma parte generosa e competente do nosso país”.

“Quero cumprimentar o Juan não apenas pelo fato dele ter sofrido um imenso constrangimento quando chegou, e por isso, do ponto de vista pessoal e do governo, peço nossas desculpas a ele (…) Queria cumprimentar cada um dos médicos, eles representam muito bem a grande nação latino-americana. Por isso, quando nós olhamos é como se nós víssemos os brasileiros representados em cada um deles, como vejo todos os latinos, argentinos, salvadorenhos, cubanos, venezuelanos, equatorianos (…) A todos vocês, o centro desse programa Mais Médicos, médicos de outras partes do mundo, queria dizer uma palavra simples: muito obrigada”, disse.

Fonte: Blog do Planalto

 

 

Tags:

publicidade

publicidade