EDUCAÇÃO »

No PAS, medicina na ponta

Concorrência para o curso, mais uma vez, é a maior no Programa de Avaliação Seriada. Disputa nas cotas é acirrada, mas diretor do Cespe diz que candidatos não serão prejudicados. Provas da 3ª etapa ocorrem no domingo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/11/2013 14:00 / atualizado em 29/11/2013 10:04

Thaís Cieglinski , Ariadne Sakkis

Ronaldo de Oliveira
A disputa por uma vaga na Universidade de Brasília (UnB) começa no próximo domingo, quando 12.687 estudantes vão concorrer a 2.110 oportunidades para ingresso no ensino superior por meio do Programa de Avaliação Seriada (PAS). Como de costume, o curso mais procurado é medicina, opção de 646 estudantes. A distribuição das 20 vagas oferecidas aos futuros médicos, no entanto, desafia até estudiosos da matemática. Isso porque, com a implantação do sistema de cotas sociais, 25% das oportunidades são subdivididas entre quem cursou todo o ensino médio em escola pública, tem renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo, é preto, pardo ou indígena. As 75% restantes se destinam ao sistema universal.

O complexo sistema cria situações curiosas, como no curso de psicologia (Confira quadro). Enquanto os concorrentes com renda menor que R$ 725 terão que derrotar 116 colegas para garantir a aprovação, pelo sistema universal, a briga é de 28,11 candidatos por vaga. As distorções também ocorrem na outra ponta da tabela. Os estudantes que se declararam pretos, pardos ou indígenas e tentam uma oportunidade em farmácia só terão que alcançar a média, já que as duas vagas oferecidas a esse público serão disputadas exatamente por apenas dois cotistas.

Segundo o diretor-geral do Cespe, Paulo Portela, esses estudantes não são prejudicados, pois quem se inscreve por meio de reserva de vagas concorre prioritariamente por esse sistema, mas não apenas por ele. “Não é um processo exclusivo, uma vez que o sistema universal é possível a todos os candidatos”, explica. “A ideia é garantir que a política de inserção se cumpra ao máximo”, acrescenta.

Aplicação gradativa

A implantação das cotas no PAS começou no ano passado, com a reserva de 12,5% das oportunidades. Até 2016, esse índice atingirá 50%, conforme prevê a Lei Federal nº 12.711. O mesmo sistema vem sendo aplicado, de maneira gradativa, no vestibular.

No total, a universidade oferece 97 cursos de graduação nos quatro câmpus, Darcy Ribeiro, Ceilândia, Gama e Planaltina. A prova da 3ª etapa do PAS será aplicada neste domingo, às 13h. Na ocasião, os estudantes terão cinco horas para responder as questões objetivas e produzir uma redação com, no máximo, 30 linhas. Os locais onde o teste será aplicado estão disponíveis no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/pas. A consulta é individual e só pode ser feita pelo próprio candidato a partir dos dados solicitados pelo Cespe. O ideal é visitar a instituição em que o exame será aplicado para não haver surpresas no dia da prova. A organizadora aconselha ainda que o concorrente chegue ao local com uma hora de antecedência.

Política pública

A Lei Federal nº 12.711, aprovada em 2012, prevê a reserva de 50% das vagas em instituições federais de ensino para estudantes oriundos de escolas públicas, pretos, pardos, indígenas e de baixa renda em quatro anos. No primeiro ano, o percentual mínimo adotado foi de 12,5%. Este ano, subiu para 25% e, até 2016, atingirá 50%. Do total de vagas, metade será reservada aos candidatos oriundos de famílias com renda per capita inferior ou igual a 1,5 salário mínimo.

O ranking do PAS

Os mais concorridos*

Curso    Universal    PPI** com renda     PPI com renda     Não PPI com renda     Não PPI com renda   
        menor que     maior que      menor que    maior que
        1,5 salário mínino    1,5 salário mínimo    1,5 salário mínino    1,5 salário mínino

1.Medicina    49,69    22    44    71    -
2. Direito    28,41    17,67    41    89    211
3. Psicologia    28,11    23    62    116    228
4. Engenharia civil    26,47    40    41,50    60    -
5. Nutrição    25,75    20,50    37,50    -    -
6. Arquitetura e urbanismo    22,20    11,50    27    36    -
7. Odontologia    20,18    10,50    22,50    -    -
8. Medicina veterinária    18,87    14,50    27,50    42    -
9. Comunicação social    18,21    17,67    29,67    38,50    152
10. Ciências biológicas    15,40    12    24    36    -

* Todos são diurnos
** Pretos, pardos e indígenas


Os menos concorridos

Curso    Universal    PPI** com renda     PPI com renda     Não PPI com renda     Não PPI com renda   
        menor que     maior que      menor que    maior que
        1,5 salário mínino    1,5 salário mínimo    1,5 salário mínino    1,5 salário mínino

1.Música licenciatura (Noturno)    0,56    0,50    1    -    -
2. Letras tradução francês (Diurno)    0,83    0    1    -    -
3. Teoria crítica e história da arte (Noturno)    0,87    0    1,5    0    -
4. Letras tradução espanhol (Noturno)    1    1,50    2,5    -    -
5. Letras japonês (Noturno)    1,10    1    2    -    -
6. Artes cênicas    1,25    3,50    4,50    8    -
7. Ciências farmacêuticas (Noturno)    1,36    0,50    1    -    -
8. Filosofia licenciatura (Noturno)    1,40    1    2    4    -
9. Ciências ambientais (Noturno)    1,67    2,50    4,50    6    -
10. Física licenciatura (Noturno)    1,75    2    3,50    -    -
Tags: