SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Programação deu certo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/12/2013 11:51 / atualizado em 02/12/2013 11:52

Enquanto alguns amargaram a realidade de perder o teste para o qual se preparam durante todo o ano, outros não mediram esforços. Acordaram mais cedo, prepararam lanches. Valeu até almoçar às 9h30 para chegar a tempo. Foi o caso de Elda dos Santos, 18 anos. Moradora da Ceilândia Norte e usuária do sistema de transporte público, ela não quis arriscar. “Saí de casa às 10h. Trouxe barra de cereal e suco para aguentar o resto do dia. Não podia correr o risco de perder a 3ª etapa. Fui bem nas outras duas provas. Quero passar para psicologia”, disse.

A maior dificuldade dela é na área de exatas. A matéria mais temida era matemática. “Me preparei bem. Estudei na escola e em casa. Vamos esperar para ver o resultado”, disse. O mesmo ponto fraco atinge André Luiz Vieira, 18 anos. Ele saiu de Posse (GO) para concluir a última etapa do programa seriado. “Minha irmã mora aqui. Vim na sexta-feira para não ter erro. Quero passar em biotecnologia e a UnB é a melhor nesta área”, disse.

Ele foi um dos primeiros a chegar na UnB na companhia da irmã Kênia Vieira, 30 anos. Mesmo saindo de casa, em Ceilândia, de carro, ela não quis arriscar. “Melhor chegar mais cedo. Dá mais tranquilidade”, concluiu. O Cespe diz que não houve ocorrências durante a realização das provas. (MA)
Tags:

publicidade

publicidade