SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

HUB inicia instalação de comissão de doação de órgãos

Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) já foi formada e deve passar por curso de capacitação em breve

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/02/2014 16:49 / atualizado em 19/02/2014 19:20

Agência UnB

Na última sexta-feira (14), os representantes da Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO) do Distrito Federal, Daniela Salomão e Ivan Castelli, reuniram-se com membros do Centro de Transplantes do Hospital Universitário de Brasília e o superintendente da instituição, Hervaldo Sampaio Carvalho, para discutir a instalação da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT).

A CIHDOTT é uma comissão intra-hospitalar formada por uma equipe multiprofissional da área de saúde, que tem a finalidade de organizar, no âmbito da instituição de saúde, rotinas e protocolos que possibilitem o processo de doação de órgãos e tecidos para transplantes. “Esses profissionais têm como principal objetivo esclarecer e promover o processo de doação de órgãos e transplante no hospital”, explica a nefrologista pediátrica Amélia Trindade.

A comissão do HUB já está formada e deve iniciar suas atividades em breve. Está previsto para os próximos meses um programa de capacitação na instituição. “O intuito é promover o esclarecimento, até mesmo com os profissionais de saúde. A intenção é realizar essa conversa com o próximo grupo de residentes, que deve chegar à instituição no próximo mês. Como uma instituição de ensino, o ideal é que seja um processo continuo”, esclarece Rômulo Maroccolo Filho, chefe do Centro de Transplante.

Segundo Ivan Castelli, médico da CNCDO, o HUB é uma referência em transplantes no Distrito Federal e vem avançando muito nos últimos anos. “A intenção é atendermos em Brasília todos os pacientes que se deslocam para outros estados em busca de tratamento. Estamos muito felizes em saber que o Hospital Universitário se dispôs a oferecer uma equipe multiprofissional para que essas pessoas não tenham mais que procurar outras localidades”, enfatiza.

O HUB realiza atualmente cerca de 80% dos transplantes de córnea e 50% de rim da rede pública do Distrito Federal. Vale ressaltar que já existe uma discussão para implantar procedimentos em outras modalidades, como medula, pâncreas e fígado, no hospital.  

“A instituição atende com muita competência as demandas, com a colaboração de uma equipe extremamente competente. O próximo passo será o credenciamento de novas especialidades de transplante”, enfatiza Daniela Salomão, coordenadora da CNCDO DF.
Tags:

publicidade

publicidade