UnB assina acordo para consolidar GigaCandanga

Projeto de interiorização da rede já trouxe economias de mais de R$ 900 mil à universidade em custos de contratação de links de rádio e operadoras de telecom

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/03/2014 18:17

Agência UnB

Mariana Costa/UnB Agência
Cerimônia marca parceria entre a Universidade de Brasília, o Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Secretaria de Planejamento e Orçamento do GDF (Seplan) na expansão da Rede GigaCandanga. O evento ocorreu na tarde de terça-feira (18), no auditório da Reitoria da UnB.

Na ocasião, foram assinados acordos de compartilhamento de uso de infraestrutura entre as instituições. Ficou firmado que a Companhia Energética de Brasília (CEB) disponibilizará sua infraestrutura de dutos, postes e canaletas e, em contrapartida, terá 25 de suas subestações interligadas. A Seplan compartilhará fibras ópticas da GDFnet com a UnB, criando um caminho alternativo de interligação de redes da Faculdade UnB Gama e Ceilândia, e, em contraponto, utilizará pares de fibra óptica da RedeGigaCandanga.

Já o Mpog cederá pares de fibra óptica no Plano Piloto da infovia, do Governo Federal, e receberá pares da estrutura da Rede Gigacandanga fora de Brasília. “São acordos vantajosos para ambas as partes”, avalia o presidente do Comitê Técnico da GigaCandanga, professor Marcelo Ladeira, do Departamento de Ciência da Computação. Os acordos de compartilhamento não preveem transferência de verba para nenhuma das instituições.

Ladeira lembra que a GigaCandanga está em andamento e atingiu cerca de 400 km de fibra ótica, alcançando a maioria das Regiões Administrativas do Distrito Federal (DF). "Os benefícios são redução de custos e melhoria do acesso à internet". De acordo com o professor, a rede já trouxe economias de mais de R$ 900 mil apenas à UnB.
Mariana Costa/UnB Agência

A Rede GigaCandanga é um consórcio que tem como objetivo implementar redes de fibra ótica, de alta velocidade para conexão com a internet, entre as instituições de pesquisa e ensino superior do DF. O modelo adotado baseia-se na implantação de uma infraestrutura própria e autosustentável.

A cerimônia contou com a participação de várias autoridades, dentre elas, o reitor Ivan Camargo, representantes do ministério do Planejamento Orçamento e Gestão, do Governo do Distrito Federal, da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, e das Instituições dos Comitês Gestor e Técnico da rede GigaCandanga.

Saiba mais sobre a Rede GigaCandanga
Tags: