SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Pesquisa revela opinião de alunos e professores sobre as universidades

Levantamento será usado como base para debates em encontro mundial de reitores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/04/2014 19:15

Ana Paula Lisboa

Pesquisa da Universia consultou mais de 20 mil estudantes, professores e funcionários de instituições de ensino de países da América Latina, além de Portugal e Espanha, sobre o cenário das universidades. Entre os participantes 61% eram estudantes, 26% docentes e pesquisadores, e 13% administradores e prestadores de serviços. A maioria (70%) dos entrevistados respondeu que o principal objetivo das instituições de ensino superior deve ser a formação de bons profissionais.

Metade dos respondentes valorizaram tarefas de investigação e inovação, enquanto 40% destacaram a contribuição para o desenvolvimento econômico e social de sua região. A pesquisa “A universidade comprometida” foi realizada por meio de questionário on-line entre setembro e outubro de 2013.

Sobre o cumprimento dos objetivos pelas universidades, 90% dos entrevistados brasileiros reconhecem que, nos últimos 10 anos, mais pessoas de classe social baixa ingressaram no ensino superior. Apesar disso, mais de 70% de alunos, professores e funcionários de todas as regiões pesquisadas e mais de 80% dos entrevistados brasileiros acreditam que o número de jovens em formação universitária é insuficiente. Metade dos consultados no Brasil pensa que a gratuidade é a solução para ampliar o acesso. Empréstimos e bolsas de estudos também foram citados como opções.

Numa escala que vai de 0 a 10, estudantes, professores e pessoal administrativo dão nota superior a 8 para a importância da universidade para o desenvolvimento de um país. A cooperação das universidades com outras organizações (como empresas e outras universidades) também recebeu nota 8 em grau de necessidade. Quanto à discriminação da mulher, 57% dos entrevistados acredita que elas não são “nada discriminadas” no acesso ao ensino superior, enquanto 15% consideram que elas sejam discriminadas ou muito discriminadas.

Encontro de reitores
A pesquisa “A universidade comprometida” faz parte de uma série de pesquisas que vai ser utilizada para embasar debates III Encontro Internacional de Reitores Universia, que vai ocorrer no Rio de Janeiro, entre 28 e 29/7, com o tema “A universidade do século XXI: uma reflexão a partir da Ibero-América”. Mais de mil reitores de 46 países ibero-americanos e 150 reitores de universidades renomadas de Estados Unidos, Rússia, Ásia, África, Europa e Oceania. Líderes de universidades vão refletir sobre o futuro da universidade, a capacidade de responder às demandas da sociedade e oportunidades de melhorar o ensino superior. A primeira edição ocorreu em Guadalajara, no México, em 2010, e em Sevilha, na Espanha, em 2005. Além de reitores, outros interessados podem participar de diversos diálogos on-line, sobre temas como tecnologias da informação no ensino e relevância da pesquisa. Para participar das pesquisas e discussões, acesse a plataforma Universia Rio 2014.

Sobre a Universia
Criada em 2000, é a maior rede de universidades de língua espanhola e portuguesa, formada por 1,2 mil universidades em 23 países ibero-americanos.
Tags:

publicidade

publicidade