SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Serviço Social recebe nota máxima em avaliação do MEC

Após recurso ao Ministério da Educação, curso diurno obtém nota final 5

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/04/2014 19:14

Agência UnB

O curso de graduação em Serviço Social da Universidade de Brasília recebeu nota máxima em avaliação do Ministério da Educação (MEC), em uma escala de 1 a 5. O exame faz parte do processo de renovação de reconhecimento de curso e compõe o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

A análise, feita no ano passado, durou quadro dias e se concentrou em três eixos: organização didático-pedagógica, que abrange todas as informações sobre o curso; corpo docente, que leva em conta a formação e a produção acadêmica dos professores; e infraestrutura, critério que verificou as salas de aula, laboratórios, bibliotecas, entre outros espaços.

De acordo com a chefe de Departamento, professora Ivanete Salete Boschetti, o bom desempenho do curso teve como fator determinante o projeto pedagógico e a elevada titulação dos docentes de Serviço Social. “Nossos professores tem elevada qualificação e grande produção acadêmica. Além disso, oferecemos uma grade de horários bem estruturada, coerente e articulada”, reforça.  

Ao lembrar que o curso está entre os 10 melhores do país, a professora salienta ainda a inserção dos alunos em projetos de pesquisa e a integração com os programas de mestrado e doutorado na área.

O resultado foi alcançado após recurso à análise preliminar baseada na prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), alvo de boicote pelos estudantes. “Por conta disso, o curso recebeu, inicialmente, nota 2. Fomos obrigados a enviar para o MEC um plano de saneamento de "possíveis" deficiências, o que gerou a visita in loco para verificação do cumprimento das metas ali estabelecidas”, explica o decano de Ensino de Graduação, Mauro Rabelo.  

O decano conta que foram necessários dois anos para reverter a situação. “O Departamento de Serviço Social está de parabéns, pois conseguiu demonstrar que oferta um curso de excelência, tanto do ponto de vista da organização didático-pedagógica, quanto da qualificação do corpo docente e da infraestrutura”.

Rabelo aproveita para fazer um alerta sobre a participação dos alunos no Enade. “Precisamos convencer os estudantes da importância da participação séria no exame, pois a média baixa de um curso contribui para reduzir o Índice Geral de Cursos (IGC) da UnB, que é a média geral dos conceitos de todos os cursos avaliados em cada triênio. Queremos chegar ao IGC 5, mas, para isso, todos precisarão se conscientizar de que isso é bom para a instituição”.
Tags:

publicidade

publicidade