SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Conheça time campeão do maior torneio de robôs de combate e de sumô do país

Equipe carioca conquistou dois ouros, uma prata e três bronzes na Winter Challenge 2014

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/07/2014 18:19 / atualizado em 24/07/2014 17:43

Juliana Espanhol

Arquivo pessoal
A equipe RioBotz, da Pontíficie Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) foi a grande campeã da Winter Challenge 2014, competição nacional de robôs de combate e de sumô. No total, eles levaram duas medalhas de ouro, uma de prata e três de bronze na competição, encerrada no último domingo (20) em São Caetano do Sul, interior paulista. O evento contou com cerca de 350 robôs e 700 participantes, inclusive com juízes e competidores internacionais.

Com a ajuda do robô Touro Classic, a RioBotz venceu a categoria de mais concorrida da competição, de robôs de combate de até 55 kg. Além do ouro, a equipe ficou com o terceiro lugar da mesma categoria, com o robô Touro. O segundo pódio ficou por conta de Mini Maloney, na categoria até 1,44 kg.

A prata no torneio ficou com o robô batizado de Nervoso, na categoria sumô lego, construído com cerca de cem peças do jogo para crianças. Nervoso é um robô autônomo inteligente: ele é programado para tomar suas próprias decisões sem interferência humana. Outros dois bronzes foram conquistados pelo Touro Jr na categoria de combate até 5,5kg  e na de sumô 3kg, com o robô C3.

Arquivo pessoal
Formada por 20 alunos de cursos de engenharias de controle e automação, elétrica e mecânica, design e jornalismo, a equipe acumula um histórico de vitórias: desde 2003, os alunos que passaram pelo time acumularam 58 títulos, sendo 37 campeonatos nacionais e 21 medalhas de ouro conquistadas no exterior.

"As competições são uma aula de engenharia. Podemos ver como os materiais se comportam e como os sistemas funcionam na prática. Além disso, temos de lidar com a pressão, pois temos pouco tempo para indentificar e resolver os problemas dos robôs durante a competição", diz o estudante Gustavo Lima, 23 anos. Ele é um dos integrantes da equipe e cursa o 4ª período de engenharia mecânica.

Os competidores adquirem conhecimentos em áreas como mecânica, eletrônica, computação, publicidade, marketing, design e captação de recursos, além de utilizar na prática os conhecimentos obtidos em sala de aula. Embora seu foco seja a construção de robôs de combate, as tecnologias envolvidas podem ser aplicadas em diferentes setores como a indústria de energia, petróleo e médica.

Tags:

publicidade

publicidade