SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Secretária anuncia programa de intercâmbio para a América Latina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/07/2014 12:59

Ana Paula Lisboa

Entre os intensos debates do 3º Encontro Internacional de Reitores Universia, a diretora da Segretaria Geral Ibero-Americana (Segib), Rebeca Grynspan, anunciou que a América Latina terá programa próprio de intercâmbio de estudantes, que deve oferecer a 200 mil ibero-americanos alguma experiência internacional até 2020.

Entre 2015 e 2016, na fase inicial, 25 mil estudantes devem participar do programa, que ainda não foi batizado. Segundo a secretária, em primeiro momento, as bolsas devem variar entre 3 mil e 4 mil euros para um período de seis meses de intercâmbio. A referência para o programa é o Erasmus, da Europa.

Pesquisa sobre internacionalização da educação superior
Ainda durante o encontro de reitores, no Rio de Janeiro, a diretora de Pesquisa em Educação do British Council, Elizabeth Shepherd, lançou o estudo “O futuro da internacionalização da educação superior na Ibero-América”. Segundo a pesquisa, até 2024 é previsto que quase 3,9 milhões de estudantes obtenham qualificações de nível superior fora de seus países de origem.

Um dos desafios mais importantes compartilhados pelas universidades ibero-americanas é obter uma relação profunda e sustentável com a comunidade global de pesquisa. Os entrevistados da Ibero-América indicaram que a melhora de perspectiva na carreira, e a possibilidade de ter a experiência cultural de morar no exterior seriam os principais fatores para a seleção de um país para estudar. Outros aspectos são a busca por uma educação de melhor qualidade, e o aprimoramento de língua inglesa.

O estudo conclui que o forte crescimento demográfico e o desenvolvimento econômico irão oferecer uma base para o futuro da educação na região da Ibero-América. Acesso estudo na íntegra.
Tags:

publicidade

publicidade