SIGA O
Correio Braziliense

Cursos superiores são reconhecidos pelo Ministério da Educação

Validação é condição para emisssão de diploma

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/09/2014 15:06 / atualizado em 17/09/2014 16:03

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu 139 cursos tecnológicos, de bacharelado e de licenciatura de instituições públicas e privadas do país nesta terça-feira (16/9). O reconhecimento foi feito por meio da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação (Seres). Dentre as licenciaturas, destacam-se o curso intercultural indígena, oferecido pela Universidade Federal do Amapá, e curso integrado em ciências, matemática e linguagens, pela Universidade Federal do Pará. Já entre os cursos tecnológicos, aparece na lista o curso de jogos digitais, ofertado pelo Centro Universitário Barão de Mauá (SP), e o de estética e cosmética, ofertado pela Universidade Paulista (SP). Apenas os cursos de bacharelado em administração (oferecidos por 16 instituições de todo o país) e em engenharia, de diferentes áreas, totalizam 1.560 e 3.136 vagas, respectivamente.  

Em Brasília, os cursos de licenciatura em ciências biológicas do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) - que oferece 50 vagas anuais - e em pedagogia do Instituto de Educação e Ensino Superior de Samambaia (Iesa) - com 600 vagas por ano - também foram reconhecidos. O reconhecimento do curso é condição necessária para a emissão do diploma pela instituição de ensino superior. As portarias (nº 544 a nº 547) de reconhecimento foram publicadas no Diário Oficial.
Tags: