SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Professores da USP terminam greve

Decisão ocorre após quase quatro meses de paralisação. Volta às aulas ainda depende de funcionários e estudantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/09/2014 20:04

Em assembleia feita na tarde desta quinta-feira (18/9), professores da Universidade de São Paulo (USP) decidiram pelo fim da greve iniciada há 115 dias, em 27 de maio. As aulas podem ser retomadas na próxima segunda-feira (22/9), caso funcionários e estudantes, que também estão paralisados, escolham pelo encerramento da greve. A assembleia dos trabalhadores está marcada para a manhã de sexta-feira (19/9), em frente à reitoria, e a dos estudantes, para as 18h do mesmo dia, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Em reuniões feitas entre a reitoria da USP e a Associação de Docentes da USP (Adusp) e o Sindicato dos Funcionários da USP (Sintusp) no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), foram decididos abono salarial de 28,6%, reajuste salarial de 5,2% e pagamento de 13º salário com o reajuste. Em reunião feita no TRT-2 nessa quarta-feira (17/9), os funcionários se comprometeram a fazer uma hora extra por jornada, durante 70 dias. A greve teve início após o anúncio do congelamento dos salários pelo reitor, Marco Antônio Zago, que afirmou que a crise de financiamento da USP fez com que a folha de pagamento respondesse por 105% do orçamento.
Tags:

publicidade

publicidade